Vivendi negocia venda da Maroc Telecom por 4,2 bilhões de euros

A Vivendi não deu sorte com a venda da GVT, mas não significa que a empresa tenha desistido da estratégia de se desfazer de ativos. A companhia francesa afirmou nesta terça, 23, que entrou em "negociações exclusivas" com a Etisalat, de Abu Dhabi, para a venda de 53% do capital da Maroc Telecom, de Marrocos, por um valor de 4,2 bilhões de euros em dinheiro, incluindo 310 milhões de euros em dividendos de 2012.

“Vivendi e Etisalat pretendem fechar a transação antes do final de 2013, uma vez que obtenham as aprovações regulatórias necessárias", afirmou a controladora da GVT em comunicado.

Levando em conta a dívida líquida da Maroc Telecom, a transação está sendo considerada com uma relação de EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 6,2 vezes. A finalização do acordo depende da aprovação dos reguladores franceses, marroquinos e dos lugares onde a operadora atua. "Discussões com o consórcio dos investidores institucionais de Marrocos, procurando definir condições do possível investimento, acontecerão em paralelo", conclui a empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.