Para Sky do Reino Unido, consumo de TV em outras plataformas é cada vez mais a regra

A operadora de TV paga e banda larga Sky, a maior do Reino Unido (que nada tem a ver com a operadora Sky brasileira), diz que é cada vez mais comum ver a audiência de conteúdos típicos de TV paga registrarem mais audiência nas plataformas alternativas no que na forma linear de exibição. Um exemplo, mostrado por Andrew Griffith, CFO do grupo, durante o Broadband World Forum, que aconteceu esta semana em Londres, foi vivido pela Sky inglesa com o último capítulo de Game of Thrones. Segundo Griffith, enquanto o episódio foi assistido por cerca de 600 mil pessoas ao vivo, ele foi visto por 2,1 milhões de pessoas posteriormente em DVR (gravador digital), por 410 mil pessoas na plataforma on-demand da empresa e por 510 mil pessoas na plataforma de streaming Sky Go. Por esta razão a Sky do Reino Unido, apesar de ser uma operadora tradicionalmente via satélite, aposta cada vez mais na sua rede de banda larga, que tem sido oferecida por meio de parcerias com outras operadoras do Reino Unido e no uso da rede OpenReach, da BT, e na oferta de serviços over-the-top (OTT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.