Centro de desenvolvimento para tablets da Qualcomm será instalado na capital paulista

O CEO da Qualcomm, Paul Jacobs, se reuniu nesta terça, 21, com a presidenta Dilma Rousseff para tratar do centro de desenvolvimento de desenho de referência para tablets, e que também terá um laboratório para desenvolvimento de aplicativos para smartphones, a ser instalado na capital paulista. Depois do encontro, do qual também participou o ministro Paulo Bernardo, Jacobs disse a jornalistas que o objetivo é “estimular o desenvolvimento de fabricantes locais no Brasil”.

Notícias relacionadas

Com a aprovação da MP 563, o governo incluiu os smartphones nos benefícios da Lei do Bem, o que deve estimular a fabricação local desses equipamentos. Jacobs revelou que a CCE já está licenciada para trabalhar em conjunto com o centro e que nas próximas semanas será anunciada uma lista completas das empresas. O presidente da divisão de semicondutores da Qualcomm, Cristiano Ramon, disse que a partir do primeiro trimestre do ano que vem já deverá existir um projeto pronto a partir de cooperação com a indústria nacional.

A empresa não revela o investimento no centro, mas o presidente da companhia para a América Latina, Rafael Steinhauser, destaca o “fator multiplicativo” do projeto. “Quando conseguirmos movimentar o Brasil para uma tecnologia mais nova, ganha a indústria como um todo”, diz ele. Segundo Paul Jacobs o centro deverá empregar “menos de cem pessoas”.

Segundo o ministro Paulo Bernardo, o encontro durou mais de uma hora e a presidenta Dilma se mostrou “muito interessada” e fez “muitas perguntas”.

De acordo com Jacobs, a Qualcomm trabalhou junto ao COI para o atendimento dos atletas brasileiros via telemedicina durante as Olímpiadas de Londres. “Conversamos com a presidenta para expandir isso para o Rio 2016”, disse ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.