Telefônica efetua pagamento de R$ 1,3 bi em JSCP e dividendos intermediários

Foto: Pixabay

Em reunião do conselho de administração nesta quinta-feira, 19, além de dar o sinal verde para o acordo de compartilhamento de infraestrutura móvel com a TIM, a Telefônica deliberou também o crédito de Juros Sobre Capital Próprio (JSCP) e dividendos intermediários. No total, o pagamento será de mais de R$ 1,3 bilhão aos acionistas.

No caso do JSCP, trata-se de um montante de R$ 330 milhões brutos – descontado o imposto de renda na fonte à alíquota de 15%, fica em R$ 297,5 milhões. O valor é calculado com base no lucro líquido apresentado no último balanço financeiro da companhia, referente ao terceiro trimestre. Assim, o valor bruto por ação ordinária é de R$ 0,19437665576; enquanto o da ação preferencial é de R$ 0,21381432134. Os JSCP serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório do exercício social de 2019, o que deverá ser acordado em assembleia geral de acionistas a ser realizada em 2020.

Já no caso dos dividendos intermediários, o montante é de R$ 1 bilhão e também com base no lucro líquido apresentado pela Telefônica no último balanço. O valor por ação ordinária é de R$ 0,55536187362; e da ação preferencial é de R$ 0,61089806098. Assim como no caso dos JSCP, esses dividendos serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório de 2019 também. A companhia declara que os valores poderão sofrer ajustes futuros até o próximo dia 30 "em função de eventuais aquisições de ações dentro do Programa de Recompra de Ações da Companhia para permanência em tesouraria, para posterior alienação e/ou cancelamento".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.