Oi considera 'pequenas aquisições' para expandir fibra após InfraCo

A Oi considera expandir a infraestrutura não apenas por meios orgânicos. O presidente da empresa, Rodrigo Abreu, disse que a ideia da separação industrial da InfraCo é justamente, conseguir um sócio investidor que possa ter mais capital para o Capex de expansão da cobertura, o que poderia vir não apenas pela construção de rede própria. 

Não é um planejamento imediato, mas é uma possibilidade no horizonte da companhia após a reestruturação, atendendo a um crescimento da demanda já observado. O executivo diz que se trata de uma estratégia para olhar "múltiplos futuros diferentes" para expansão.

"Vemos potencial interessante de alianças estratégicas de ofertas de serviço ou de pequenas aquisições para que a gente cresça", afirmou Abreu no evento da Aliança Conecta Brasil F4, nesta sexta, 18. "Sem dúvida nenhuma, olhando para frente, temos potencial de fazer com que a infraestrutura venha a criar novas redes, trazendo novos ativos", 

Notícias relacionadas

A ideia da criação da InfraCo com o caráter de rede neutra é justamente poder expandir a fibra por meio de investimentos adicionais. "Nossa ideia é trazer um sócio investidor que aumente a capacidade em longo prazo, fazendo com que a rede cresça mais rápido ainda", diz, ressaltando que a Oi utilizará a tecnologia de F5G (redes fixas de quinta geração) para tornar a rede como fonte de múltiplos serviços, fixos e móveis, de provedores, operadoras e da própria Oi. 

A InfraCo deverá ter até 51% do capital vendido até o primeiro trimestre de 2021. A Oi ainda não confirma o início da etapa de recebimento de propostas vinculantes de interessados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.