Empresas dos EUA poderão colaborar com Huawei em definição de padrões 5G

O Departamento de Comércio dos EUA anunciou na última segunda-feira, 15, uma flexibilização nas restrições impostas contra a fornecedora Huawei. O objetivo é permitir que companhias norte-americanas possam atuar na definição de padrões 5G dentro de organismos com a presença da chinesa.

Sob a nova regra do Gabinete de Indústria e Segurança (BIS), a divulgação de tecnologias em tais ambientes de desenvolvimento de padrões não exigirá uma licença prévia do governo norte-americano. Desde que incluiu a Huawei e afiliadas na Lista de Entidades, os EUA têm tutelado o relacionamento de companhias do país com a chinesa.

A nova medida buscaria dar clareza para o processo de padronização 5G, visto que empresas norte-americanas teriam manifestado receio frente aos aspectos legais da colaboração diante das regras impostas pelo governo Trump. "O Departamento de Comércio está comprometido em proteger os interesses de segurança nacional e política externa dos EUA, incentivando a indústria dos EUA a se engajar e a defender totalmente que as tecnologias dos EUA se tornem padrões internacionais", afirmou o órgão.

Ainda assim, o secretário de Comércio do país, Wilbur Ross, afirmou que a decisão não altera a postura dos EUA diante dos supostos riscos trazidos pela tecnologia da chinesa. A Huawei tem sido alvo de acusações de espionagem que, no entanto, ainda não foram esclarecidas pelo governo norte-americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.