WarnerMedia e Discovery anunciam fusão e criação de gigante global

A AT&T e a Discovery anunciaram nesta segunda-feira, 17 de maio, um acordo para combinar os ativos de entretenimento, esportes e notícias da WarnerMedia com os negócios de não-ficção e entretenimento internacional e esportes da Discovery para criar uma empresa de entretenimento global independente. A informação, confirmada agora, começou a circular no domingo, 16, após matéria da Bloomberg.

De acordo com os termos do contrato, a AT&T receberia US$ 43 bilhões (sujeito a ajuste), em uma combinação de dinheiro, títulos de dívida e da retenção de débito da Warner. Os acionistas da AT&T manterão suas ações na transição e David Zaslav, presidente e CEO do Discovery, foi anunciado como principal liderança da nova companhia. Acionistas da AT&T devem receber ações representando 71% da nova empresa e, os da Discovery, receberão 29%. Os conselhos de administração da AT&T e da Discovery aprovaram a transação. 

Com a novidade, as empresas esperam reunir fortes equipes de liderança, criadores de conteúdo e bibliotecas de séries e filmes de alta qualidade no mercado de mídia, além de acelerar os planos de ambas as empresas para serviços de streaming para consumidores globais. Segundo o comunicado oficial, o objetivo é formar uma nova empresa que terá escala e recursos de investimento significativos. 

Notícias relacionadas

A nova empresa competirá globalmente no mercado direto ao consumidor, que segue em acelerado crescimento, trazendo conteúdos para os assinantes que inclui o HBO Max e o recém-lançado Discovery+. A transação combinará a histórica biblioteca de conteúdo da WarnerMedia com a pegada global da Discovery, que envolve grande portfólio de conteúdo em idiomas locais e profundo conhecimento regional em mais de 200 países e territórios. "A nova empresa será capaz de investir em mais conteúdo original para seus serviços de streaming, aprimorar as opções de programação em sua TV paga linear global e canais de transmissão e oferecer experiências de vídeo mais inovadoras e opções de consumo", afirma o comunicado oficial. 

A empresa de conteúdo possuirá uma das maiores bibliotecas do mundo, com quase 200 mil horas de programação, e reunirá mais de 100 das marcas mais apreciadas e populares do mundo, em um portfólio global que inclui HBO, Warner Bros., Discovery, DC Comics, CNN, Cartoon Network, HGTV, Food Network, Turner Networks, TNT, TBS, Eurosport, Magnolia, TLC, Animal Planet e ID, entre outros. Com a fusão, a nova marca será capaz de aumentar o investimento e as capacidades em conteúdo e programação originais; criar mais oportunidades para contadores de histórias sub-representados e criadores independentes; atender clientes com experiências de vídeo inovadoras e pontos de engajamento; e impulsionar mais investimentos em conteúdo de não ficção familiar.

Liderança e estrutura 

Como dito anteriormente, as empresas anunciaram que o presidente e CEO da Discovery, David Zaslav, irá liderar a nova empresa proposta com uma equipe de gerenciamento e liderança operacional e criativa de ambas as empresas. As atuais múltiplas classes de ações do Discovery serão consolidadas em uma única classe com um voto por ação.

O Conselho de Administração da nova empresa será composto por 13 membros, sete inicialmente nomeados pela AT&T, incluindo o presidente do conselho; a Discovery nomeará inicialmente seis membros, incluindo o CEO David Zaslav.

"Este acordo une dois líderes de entretenimento com forças de conteúdo complementares e posiciona a nova empresa como uma das principais plataformas globais de streaming direto ao consumidor. Ele apoiará o crescimento fantástico e o lançamento internacional da HBO Max com a pegada global do Discovery e criará eficiências que podem ser reinvestidas na produção de mais conteúdo excelente para dar aos consumidores o que desejam. Para os acionistas da AT&T, esta é uma oportunidade de desbloquear valor e ser uma das empresas de banda larga mais capitalizadas, com foco em investir em 5G e fibra para atender à demanda substancial de conectividade de longo prazo. Os acionistas da AT&T manterão sua participação em nossa empresa líder em comunicações, que vem com dividendos atraentes. Além disso, eles ganharão uma participação na nova empresa, uma líder global de mídia que pode construir uma das melhores plataformas de streaming do mundo", declara, em nota, John Stanley, CEO da AT&T. 

"Durante minhas conversas com John, sempre voltamos ao mesmo princípio estratégico simples e poderoso: esses ativos são melhores e mais valiosos juntos. É super empolgante combinar tais marcas históricas, jornalismo de classe mundial e franquias icônicas sob o mesmo teto e desbloquear tanto valor e oportunidade. Com uma biblioteca de propriedade intelectual estimada, equipes de gestão e experiência global em todos os mercados do mundo, acreditamos que todos ganham – consumidores com escolhas mais diversificadas, talentos e contadores de histórias com mais recursos e caminhos atraentes para públicos maiores e acionistas com uma escala global. Vamos construir um novo capítulo junto com a equipe criativa e talentosa da WarnerMedia e esses recursos incríveis construídos em um legado de quase 100 anos da mais maravilhosa narrativa do mundo. Essa será nossa missão singular: focar em contar as histórias mais incríveis e nos divertir muito fazendo isso", completa David Zaslav, CEO da Discovery.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.