Parlamentar propõe uso do Fistel para conectar alunos da rede pública

A deputada Rejane Dias (PT-PI), apresentou nesta quarta-feira, 15, o PL 1.904/2020, que propõe que as empresas de telecomunicações disponibilizem, durante a vigência de situação de calamidade pública ou de pandemias (como a do coronavírus), conexões de dados que permitam às secretarias estaduais e municipais de educação oferecer conteúdo educacional a todos os alunos de escolas públicas. Conforme a proposta, esse serviço deve ser disponibilizado sem ônus para estes órgãos, com custos das ações sendo financiados por meio do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel). O projeto tem pedido de urgência, que aguarda análise do Plenário. 

"Muitos estados e municípios não possuem condições financeiras para arcar com custos emergenciais e contratar empresa para transmitir a educação a distância, o que exige uma ação excepcional do setor de telecomunicações – especialmente das operadoras que prestam serviços para esses órgãos públicos – liberando e ofertando os conteúdos escolares para os alunos sem nenhum custo adicional para os órgãos públicos", diz a deputada Rejane Dias (PT-PI), autora da proposta, na justificativa do projeto.

Prorrogação do rescolhimento

No final da tarde desta quarta-feira, 15, o governo publicou em edição extra do Diário Oficial da União a Medida Provisória nº 952, que prorrogou o prazo de pagamento do Fistel, da Condecine e da Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP). Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, a MP garante que o pagamento dos tributos seja adiado para o final agosto em função das medidas para lidar com o impacto da crise do coronavírus (covid-19). A data original prevista era para 31 de março. 

As empresas podem escolher duas formas para efetuar o pagamento dos tributos. Isso poderá ser feito em parcela única, com vencimento em 31 de agosto deste ano, ou em até cinco parcelas mensais e sucessivas, com vencimento no último dia útil de cada mês. Neste último caso, o primeiro vencimento seria também em 31 de agosto. As parcelas serão corrigidas apenas pela taxa Selic, sem incidência de multa ou juros adicionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.