Serviços de telecomunicações caem em volume e em receita em setembro

Após registro de alta em agosto, os serviços de telecomunicações voltaram a apresentar recuo em setembro, de acordo com indicadores da Pesquisa Mensal de Serviços com ajuste sazonal do IBGE divulgados nesta quarta, 16. A queda foi de 1,9% em volume, enquanto a variação de receita nominal foi um recuo de 1,1% no mesmo mês.

No acumulado dos nove meses do ano, a queda no volume foi de 3%, enquanto no recorte dos últimos 12 meses, o recuo foi de 3,2%. Sem o ajuste sazonal, os recuos foram respectivamente de 2,5% e também de 3,2%. Por outro lado, o volume de serviços de telecomunicações no trimestre com ajuste sazonal avançou 0,1% comparado ao segundo trimestre, mas caindo 1,8% na comparação com o terceiro trimestre de 2015.

Os serviços de TIC em geral apresentaram queda de 0,4% no volume em setembro, mas alta de 0,3% em receita nominal. Além das telecomunicações, os serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias mostraram queda de 8% no volume e de 6,5% na receita. Serviços de TI, por outro lado, apresentaram alta de 3,9% e 4,7%, respectivamente. O IBGE destaca que o setor de TI vem apresentando crescimento contínuo desde abril de 2016: "A maior demanda por programas não-customizáveis contribuem (sic) também para esse crescimento, principalmente os referentes à produção de games e programas de computação gráfica para o segmento audiovisual".

Em geral, os serviços de informação e comunicação também voltaram a apresentar queda em setembro: 0,6% em volume. A variação de receita nominal, contudo, mostrou aumento de 4,7%. Para efeito de comparação, a média do setor de serviços no Brasil foi de queda de 0,3% no volume e de 0,7% na receita. Entre janeiro e setembro, o setor de serviços de informação e comunicação caiu 2,7%, enquanto no acumulado de 12 meses a queda foi de 2,6%. Ao todo, os serviços no Brasil recuaram 4,7% e 5% nos nove meses e nos 12 meses, respectivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.