Aparelhos de baixo custo e smartphones concentrarão vendas de celulares

O futuro do mercado de celulares está e promete continuar cada vez mais dividido entre aparelhos simples e de baixo custo e smartphones topo de linha. De acordo com pesquisa da Juniper Research, até 2014 79% de todos os telefones móveis serão desses dois tipos, totalizando cerca de 1 bilhão de aparelhos em todo o mundo, sendo que os dispositivos de baixo custo responderão por mais da metade das unidades.
Essa característica já está fazendo com que as principais operadoras e fornecedores do setor se preparem para atender a uma demanda cada vez maior de pessoas de grupos socioeconômicos de baixo poder aquisitivo nos mercados emergentes, e uma também crescente demanda por aparelhos complexos nos países desenvolvidos.
Segundo o relatório, empresas mais bem posicionadas no mercado, como a Nokia, Apple e Research in Motion (RIM, fabricante do BlackBerry), já estão devidamente preparadas para se adaptar a essa nova realidade, mas outras fabricantes, como Sony Ericsson e Motorola, estão tendo que repensar suas estratégias.
Andrew Kitson, autor do estudo, observou que em cinco anos o número de celulares de baixo custo chegará a 700 milhões de unidades, alta de 31% em relação a 2008, mas o pico do consumo será em 2012, quando 716 milhões de aparelhos estarão no mercado. Segundo o analista, a demanda por smartphones também crescerá de forma exponencial, chegando a 360 milhões de usuários até o fim do período.
Na contramão, Kitson prevê que os aparelhos intermediários verão suas vendas caírem 41% durante o período pesquisado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.