Cofundadores anunciam intenção de compra da BlackBerry

Apesar da proposta da Fairfax de aquisição da BlackBerry por US$ 4,7 bilhões, a companhia ainda se mantém aberta para outras opções. Assim, uma intenção de compra foi oficializada nesta quinta-feira, 10, em um documento enviado à Securities and Exchange Comission (SEC), a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos. Os cofundadores da empresa canadense Michael Lazaridis e Doulgas Fregin oficializaram a intenção de adquirir o controle da empresa.

No formulário enviado à SEC, os executivos, que juntos detêm 7,95% cada das ações da BlackBerry, declararam acordo para "explorar a possibilidade de submeter uma potencial proposta conjunta para adquirir as ações que o emissor (a BlackBerry) não detêm atualmente". Na verdade, Lazaridis e Fregin utilizarão companhias e holdings de investimento para realizar proposta de aquisição dos 84,1% dos papéis restantes, ou parte deles, e poderão ainda agregar um terceiro ou mais investidores.

No valor atual da ação da BlackBerry na Nasdaq, de US$ 8,18, a proposta conjunta pela totalidade dos papéis restantes teria de desembolsar pelo menos cerca de US$ 3,606 bilhões para a compra do share. Trata-se de um valor consideravelmente menor (US$ 1,1 bilhão de diferença) do que o proposto pela Fairfax, mas é possível que os executivos possam incrementar a proposta com um valor premium para concorrer com a empresa de investimentos canadense.

Condições

O acordo prevê, entre outras coisas, a obrigatoriedade de que ambos trabalhem exclusivamente juntos para qualquer potencial aquisição de parte dos ativos ou patrimônio líquido da companhia. Além disso, transfere restrições a respeito das ações e coordenam em conjunto o desenvolvimento de uma estratégia para a BlackBerry, incluindo o comprometimento com dívidas, fontes de financiamento e conselheiros. As empresas Goldman Sachs e a Centerview Partners foram as escolhidas para a supervisão da transação.

A parceria afirma que deverá revisar os investimentos na companhia canadense "de tempo em tempo", que incluem adquirir ações, debêntures, notas e outras promissórias; bem como a submissão das propostas ao comitê especial, gerência ou conselheiros da BlackBerry. Os executivos pretendem ainda discutir alternativas potenciais e estratégias da empresa com acionistas e representantes legais e financeiros.

Retorno

Michael Lazaridis já foi CEO da BlackBerry, então conhecida como Research In Motion (RIM), antes do atual presidente da empresa, Thorsten Heins. Ele ajudou a fundar a fabricante canadense em 1984 junto com Doulgas Fregin, que também já atuou como vice-presidente de operações na companhia, e James Basillie. Embora ainda não traga certezas para o futuro da BlackBerry, a proposta de intenção de aquisição mostra que há um profundo interesse de manter a empresa ainda em controle canadense – a fabricante é tida como o maior negócio de tecnologia do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.