Eletropaulo enterra rede elétrica em pontos de São Paulo e aguarda teles

Em parceria com a Prefeitura de São Paulo e empresas de telecomunicações, a companhia energética paulista Eletropaulo concluiu o enterramento da rede elétrica em 13 ruas na cidade, o equivalente a 4,2 km, todas no bairro da Vila Olímpia, zona sul da capital. O investimento na obra foi de R$ 21,5 milhões e atinge 3,6 mil pessoas que vivem na região. Segundo a distribuidora, o objetivo é "adequar a carga elétrica à demanda crescente de residências, indústria e comércio no bairro, aumentando a estabilidade do fornecimento de energia, além da qualidade dos serviços prestados pela concessionária".

Após esta primeira fase, a próxima será a remoção de postes das vias, o que necessita a retirada dos fios e cabeamentos das operadoras de telecomunicações, pelos quais prestam serviços de telefonia, Internet e TV a cabo; além de iluminação pública e engenharia de tráfego. Ou seja: apenas quando essas redes de telecomunicações forem enterradas é que a Eletropaulo poderá retirar definitivamente os postes.

Da mesma forma, a companhia elétrica espera pela remoção das redes aéreas das teles, além da estrutura de iluminação pública e engenharia de tráfego, no Centro da capital paulista. A distribuidora ressalta que o cabeamento elétrico já está enterrado há anos, e que os gastos com a remoção da infraestrutura de telecomunicações é de responsabilidade das operadoras, e não da concessionária de energia. A área já enterrada contempla 117 ruas, equivalente a 52 km.

Além da Vila Olímpia, a empresa implanta a rede subterrânea no entorno do Mercado Municipal, na região central de São Paulo. Além de adequar a carga elétrica ao "crescimento econômico da região", a ideia é também realizar a conversão no nível de tensão da energia. O projeto, cujo investimento é de R$ 29,4 milhões, contempla 40 vias, ou 9 km de rede, tem conclusão prevista para 2019 e beneficiará 3,3 mil pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.