Vivo anuncia primeiros fornecedores da rede 4G

A Telefônica/Vio anunciou nesta terça, 9, a seleção dos primeiros fornecedores da rede 4G da operadora. O processo de escolha já está concluído em algumas áreas, mas em outras ainda está sendo definido. O que está fechado é que a Ericsson será a fornecedora do core da rede 4G e a fornecedora da rede de acesso na área que hoje já atende a Vivo, ou seja, nas regiões Norte, Centro-Oeste e nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Já a Huawei foi selecionada apenas para três cidades: Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro, onde haverá Copa das Confederações e a Vivo tem obrigações mais urgentes de cobertura. Segundo Antonio Carlos Valente, presidente da Telefônica/Vivo, nas demais cidades a negociação prossegue e a Huawei ou outra fornecedora podem ser escolhidas. A Ericsson deve produzir localmente 100% dos equipamentos 4G, e será a responsável pela instalação de cerca de 2,7 mil sites.

Segundo Javier Rodriguez, CTO da Telefônica no Brasil, a implementação das redes 4G já prevê o uso de smallcells e femtocells, quando for o caso, pelos mesmos fornecedores. Ele explica que inicialmente será desenvolvido um pequeno núcleo de rede para que o 4G possa ser testado sem criar instabilidades na rede 3G, mas posteriormente haverá uma integração mais profunda entre o core atual e o core da nova rede 4G. Rodriguez explica que hoje ainda é muito limitada a oferta de handsets para a frequência usada no Brasil, de modo que muito provavelmente o lançamento inicial será em cima de modems USB e um ou outro smartphone, mas que a tendência é que esse quadro comece a mudar a partir do ano que vem.

Henrique Blanco, CTO global da Telefónica, explica que a escolha do fornecedor no Brasil está em linha com as diretrizes globais da companhia em relação ao roadmap da tecnologia e perspectivas de evolução dos serviços, e que está dentro de uma lista de fabricantes globais pré-selecionados pela Telefónica.

Em relação ao lançamento de uma primeira operação piloto ou mesmo comercial do 4G, Valente diz apenas que isso "vai acontecer quando chegar a hora, ou antes da hora". O anúncio foi feito durante a Futurecom, que acontece esta semana no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.