Telecom Italia planeja demitir 1,2 mil pessoas até novembro

A Telecom Italia (Grupo TIM) entrou em acordo com os sindicatos italianos para promover o corte de até 1,2 mil empregos no país até novembro deste ano. O acordo foi assinado pela gigante de telecom e pelos sindicatos SLC-CGIL, FISTel-CISL, UILCom-UIL e UGL Telecomunicazioni.

De acordo com a reportagem do site Mobile World Live, as negociações sindicais aparentemente começaram em 16 de maio, com ênfase em uma requalificação do quadro de funcionários frente às novas necessidades da companhia. A Telecom Italia emprega atualmente cerca de 42,5 mil pessoas em seu mercado doméstico.

Já a agência de notícias Reuters informou que o esquema seria apenas a primeira rodada de planos de redução de empregos. CEO da Telecom Italia, Pietro Labriola estaria buscando cerca de 1 bilhão de euros em economias entre agora e 2024. Um relatório recente da Moody's teria calculado que os custos de pessoal da operadora representaram cerca de 27% do total de gastos operacionais em 2021, ou 19% da receita.

Notícias relacionadas

Em julho, a controladora da TIM também deve detalhar o plano de cisão estrutural da empresa, que prevê a separação em duas companhias distintas para infraestrutura e serviços.

Deixe seu comentário