MCTIC prepara programa para Cidades Digitais

Vítor Menezes, secretário de telecomunicações do MCTIC

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou nesta quinta-feira, 5, o acordo de cooperação com o Ministério de Desenvolvimento Regional para o desenvolvimento do programa Câmara Cidades 4.0, com o foco de estimular a digitalização dos municípios. De acordo com o secretário de telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes, o objetivo é reorganizar os incentivos das outras áreas de governo, para otimizar os investimentos, com orientação para a digitalização dos serviços públicos. A Câmara contempla um dos segmentos definidos (cidades) no decreto que instituiu as prioridades da estratégia nacional para a Internet das Coisas (IoT) e será um espaço para debates envolvendo governo, setor privado, academia e Poder Legislativo.

Menezes informou que o primeiro passo será conhecer a realidade dos municípios, estabelecendo indicadores. "O modelo considera níveis que variam entre um e cinco, com base em aspectos como: planejamento para se tornar uma cidade inteligente, ações alinhadas a este planejamento, integração com outras unidades da federação e o que foi efetivamente implantado e encontra-se em fase de otimização", explicou. O resultado irá alimentar o debate na Câmara Cidades 4.0.

O secretário também revelou que será publicado um decreto presidencial com uma política pública, baseada em recomendações na União Internacional de Telecomunicações (UIT), que irão nortear as diretrizes de avaliação das cidades.

Após o levantamento dos dados dos municípios, o foco será a construção de um novo plano para estimular e orientar investimentos na digitalização dos municípios. A expectativa é de que o trabalho seja concluído até o final do primeiro semestre de 2020. Além do segmento cidades, a estratégia nacional de IoT deverá abordar indústria, saúde, e segmento agrícola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.