Cúpula da AT&T vem ao Brasil para encontros com o governo

Alguns dos principais executivos da AT&T devem vir ao Brasil na semana do dia 14 de junho para encontros com uma série de autoridades, possivelmente até com a presidenta Dilma Rousseff. A expectativa do governo é grande sobre a chegada da AT&T ao Brasil. Além de trazer na mala a possível fusão com a DirecTV (que no Brasil controla a Sky), as autoridades brasileiras enxergam na AT&T um potencial comprador para algumas sobras da faixa de 2,5 GHz e 700 MHz, que devem ser colocadas novamente à venda até o final do ano.

Mais do que isso, espera-se que a AT&T chegue ao Brasil comprando alguma operadora. A primeira que esteve no radar foi a Nextel, mas especula-se que Oi e TIM estejam hoje mais no foco da gigante norte-americana. Contra a TIM pesaria o fato de não ter uma rede fixa e, contra a Oi, o passivo de dívidas e das regras de reversibilidade.

FCC

O jornal Washington Post publicou nesta terça, 2, reportagem em que especula sobre a estratégia da AT&T para assegurar, junto à FCC, a fusão com a DirecTV. A operadora estaria disposta a se comprometer a seguir à risca os princípios de neutralidade de rede delineados pelo órgão regulador norte-americano, evitando assim que as Open Internet Rules sejam desafiadas na prática. Isso não impediria, contudo, a AT&T de buscar na Justiça a contestação das regras de neutralidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.