OUTROS DESTAQUES
Análise
Provedores regionais têm primeira queda em 14 meses
quarta-feira, 28 de março de 2018 , 16h24

Após 14 meses de crescimento contínuo, os provedores regionais (ISPs) apresentaram queda no comparativo mensal referente a fevereiro no mercado de banda larga fixa, segundo dados da Anatel divulgados nesta quarta-feira, 28. O grupo dos pequenos observou redução de 32,5 mil acessos, percentual 0,69% menor do que em janeiro. No total, foram 4,669 milhões de acessos, o que representa ainda assim um crescimento de 57,82% no comparativo com fevereiro de 2017.

Vale ressaltar que a queda foi com números corrigidos da Anatel em janeiro: originalmente, a agência registrou 4,569 milhões de conexões dos ISPs (ou seja, esse mercado teria registrado crescimento no mês seguinte) no primeiro mês deste ano, mas agora corrigiu o número para 4,701 milhões. A última queda dos provedores regionais havia sido em dezembro de 2016, quando haviam registrado 108,5 mil desconexões e total de 2,758 milhões de acessos – ou seja, desde então, os ISPs quase dobraram a base.

Apesar da queda do principal grupo responsável por conduzir o aumento constante da base total brasileira, o avanço de Net/Claro (aumento de 0,58%), Copel (14,14%) e Vivo (0,26%) garantiram que o mercado de serviço de comunicação multimídia continuasse a mostrar um saldo positivo em fevereiro. O País tinha 29,251 milhões de conexões no mês, resultado 0,14% acima do registrado em janeiro e 8,91% no comparativo com 2017.

Tecnologia e velocidade

Em termos de tecnologia, a fibra voltou a ser o destaque no mês, com 58,6 mil adições líquidas (aumento de 1,86%), total de 3,210 milhões de acessos. No comparativo anual, o avanço é de 81,48%. O cabo também mostrou aumento em fevereiro: 49,5 mil adições líquidas (aumento de 0,55%), total de 9,099 milhões de acessos, ou 5,69% acima do registrado no mesmo mês de 2017. A tecnologia mais utilizada no Brasil, a xDSL, voltou a apresentar queda: 20,9 mil desconexões, redução de 0,16% no mês (e 2,90% no ano). A base total tem 13,027 milhões de linhas.

Um provável efeito do avanço da fibra e do cabo foi o aumento nas faixas de velocidade mais altas. A que obteve maior crescimento em fevereiro foi a de conexões acima de 34 Mbps: 198,8 mil adições líquidas, um crescimento de 4,36% somente no mês – no comparativo anual, o recorte já mostra crescimento de 1,757 milhão de adições (aumento de 58,62%). Essa base conta com 4,756 milhões de acessos, ou 16,26% do total brasileiro. No ano passado, esse percentual era de apenas 11,16%.

A faixa mais popular continua sendo a de 2 Mbps a 12 Mbps, que representa 34,36% da base brasileira de SCM. Esse recorte mostrou aumento de 0,24% no mês e 5,66% no ano. Curiosamente, a faixa mais lenta – de até 512 Kbps – apresentou segundo aumento seguido, com 53,7 mil adições no mês (6,48%), total de 882,6 mil conexões (3,02% do mercado).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
Top