OUTROS DESTAQUES
NOVO GOVERNO
Governo decide recriar o Ministério da Cultura após pressão de artistas
segunda-feira, 23 de maio de 2016 , 09h37

Em nova reviravolta, o presidente da República em exercício, Michel Temer, resolveu recriar o Ministério da Cultura. Na semana passada, a Secretaria da Cultura, ainda ligada ao Ministério da Educação, foi elevada à categoria nacional, com mais poderes, porém a medida não foi suficiente para acabar com as críticas de setores da sociedade, parlamentares e da classe artísticas contra a extinção do MinC.

A recriação será feita por Medida Provisória a ser enviada ao Congresso Nacional ainda nesta segunda-feira, 23.  O ministro da pasta será Marcelo Calero.

A decisão foi tomada após uma conversa de Temer com o ministro da Educação, Mendonça Filho. O presidente expôs sua vontade de recriar a pasta recentemente extinta e pediu a opinião do ministro. Mendonça Filho, então, concordou. "É um gesto no sentido de serenar os ânimos e focar no objetivo maior: a cultura brasileira", disse o ministro, em nota divulgada no sábado, 21, pelo MEC no Facebook.

Na nota, Mendonça Filho confirmou o nome de Calero como ministro. "Com Marcelo Calero, vamos trabalhar em parceria para potencializar os projetos e ações entre a educação e a cultura". Calero chefiava, desde o ano passado, a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Ele tem 33 anos e ingressou na carreira diplomática no Itamaraty em 2007.

A recriação da pasta atende também a reivindicações de senadores. Caso o Ministério da Cultura não fosse recriado pelo governo, poderia voltar a funcionar por meio da ação do Senado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top