OUTROS DESTAQUES
MWC 2016
Banco do Brasil, Bradesco, Caixa e Itaú vão aderir ao Samsung Pay
domingo, 21 de fevereiro de 2016 , 19h44 | POR FERNANDO PAIVA, DE BARCELONA

Pelo menos quatro bancos brasileiros estão confirmados para o lançamento no Brasil este ano do serviço de pagamento móvel da Samsung, o Samsung Pay: Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e Itaú Unibanco. A fabricante sul-coreana divulgou neste domingo, 21, que o serviço chegará em 2016 ao Brasil, Austrália, Reino Unido, Espanha, China, Cingapura e Canadá e divulgou a lista dos bancos parceiros em todos eles. A chegada ao Brasil a tempo das Olimpíadas já havia sido adiantada por este noticiário no ano passado, quando do lançamento do Samsung Pay, também em Barcelona. O serviço será compatível com cartões das bandeiras Amex, Mastercard, Visa e China UnionPay.

Atualmente, o serviço está disponível apenas nos EUA e na Coreia do Sul, mas conta com 5 milhões de usuários cadastrados que acumulam até agora mais de 500 milhões de transações.

O Samsung Pay permite substituir o cartão de crédito ou de débito pelo smartphone do usuário. A senha, por sua vez, pode ser trocada pela digital do usuário. O serviço é compatível com os modelos Galaxy S6, S6 Edge, S6 edge +, Note 5, A5 e A7. A comunicação com as máquinas de POS é feita por aproximação utilizando NFC ou uma tecnologia que emula a leitura via tarja magnética, o que permite o pagamento em praticamente qualquer máquina de cartão, não apenas aquelas com NFC.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top