OUTROS DESTAQUES
Satélites
Telebras realiza pregão para contratação dos gateways para o SGDC
sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 , 20h29

A Telebras realizou esta semana o pregão (na prática, uma mesa de negociação) para a contratação dos seis gateways que serão utilizados na operação do serviço de banda Ka do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação (SGDC), que entra em operação no final do ano. Os resultados só devem ser conhecidos depois de fevereiro, após a análise da documentação, mas um fato chamou a atenção dos participantes: os valores muito abaixo do valor de referência oferecidos pelos participantes. Os valores não são oficiais, pois há cláusulas de confidencialidade, mas segundo fontes de mercado, o valor de referência colocado pela estatal girava em torno de R$ 150 milhões, e os valores finais ficaram, segundo fontes do mercado, bem abaixo dos R$ 10 milhões, o que teria causado surpresa entre os participantes e à própria estatal. Por esta razão, será feita uma verificação mais cuidadosa sobre a capacidade dos vencedores, segundo apurou este noticiário. Apesar da diferença de valores, o edital foi acompanhado pelo TCU, o que dá mais segurança.

Logo na abertura das primeiras propostas já ficou claro que a Telebras economizaria uma quantidade significativa de recursos, pois as primeiras propostas eram de um décimo do valor de referência. Após os repiques, o valor ficou ainda menor.

A Telebras corre para viabilizar o cronograma apertado de preparação da operação de satélite, já que o lançamento do SGDC está programador para o final de 2016. Segundo fontes que acompanham o desenvolvimento do projeto, já existem pré-contratos sendo negociados para o satélite que, se confirmados, superariam 40% da capacidade comercial prevista (a Defesa deve ter cerca de 40% da capacidade total do satélite para suas aplicações militares). O SGDC atenderá à demanda de banda larga sobretudo em regiões remotas com banda Ka.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top