OUTROS DESTAQUES
Venda da Embratel
Diretor da Telmex promete manter empregos por 15 anos
terça-feira, 30 de Março de 2004 , 18h27 | POR REDAÇÃO

O diretor da Telmex, José Formoso Martinez garantiu aos senadores da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado que se a compra da Embratel for mesmo concretizada a empresa compromete-se a manter os empregos atuais da operadora. Após a audiência, em entrevista aos jornalistas, Martinez disse que a manutenção dos empregos seria garantida por 15 a 20 anos, até porque os investimentos da Telmex na Embratel são de longo prazo. Em relação à preocupação com os serviços de satélite da operadora, Martinez comprometeu-se a negociar algum mecanismo para assegurar a participação do controle pelo governo, que poderia ser até mesmo uma golden share. O executivo mexicano participou de audiência pública na Comissão de Fiscalização e Controle do Senado nesta terça, dia 30.
Segundo o senador Ney Suassuna (PMDB/PB), autor do requerimento para a audiência, uma das maiores preocupações era saber como ficariam os empregados da Embratel com a venda do controle da concessionária de longa distância. Também participaram da audiência: Paulo Lustosa (secretário executivo do Ministério das Comunicações), Pedro Jaime Ziller (presidente da Anatel), Eduardo Navarro (vice-presidente de estratégia corporativa e regulatória da Telefônica), Otávio Marques de Azevedo (presidente do Conselho da Telemar), Jorge Jardim (vice-presidente da Brasil Telecom), José Roberto Pinto (diretor de regulamentação e interconexão da Embratel), Carlos Henrique Moreira (presidente da Claro), Oscar Petersen (advogado da Embratel), Bárbara Rosenberg (diretora do Departamento de Proteção e Defesa Econômica da Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça), Cleveland Prates (conselheiro do Cade) e José Zunga (presidente da Fittel).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top