OUTROS DESTAQUES
Aquisições
Analistas apostam que Net será próximo alvo da Embratel
quarta-feira, 13 de agosto de 2003 , 19h57 | POR REDAÇÃO

Depois do anúncio formal da intenção de aquisição da Vésper, a Embratel pode indicar, também formalmente, seu interesse por um consórcio com a Net, segundo fontes do mercado financeiro. No próximo dia 21, porém, dirigentes da Embratel, em teleconferência, devem tratar apenas do negócio com a Vésper que, aliás, apesar de considerado positivo pela maioria dos analistas ouvidos por este noticiário, ainda traz muitas dúvidas.
O relatório do Espírito Santo Research, por exemplo, diz que a aquisição é tida como positiva por não envolver desembolso de caixa pela Embratel, que entra de imediato no mercado de telefonia local com 500 mil clientes nas regiões da Telefônica e Telemar. Mas pondera que faltam informações, principalmente sobre impactos de médio e curto prazo. Afinal, a Vésper perde de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões por mês e tem lacunas técnicas, em especial, na estratégia de banda larga e de transmissão de dados. A recomendação do relatório para a Embratel é ?Neutra?, com preço-alvo de R$ 8,42 para as ON.
Jacqueline Lison, da Fator Doria Atherino, também considera o negócio positivo, agregando-o ao potencial aberto pelas mudanças nas tarifas de interconexão e no unbundling nos contratos a partir de 2006. Por isso elevou o preço-alvo para R$ 7,98, com recomendação de ?Atraente?. Cita várias vantagens em termos de acesso ao mercado local, dando mais rapidez à implantação de seus serviços ? em particular o de banda larga na cidade de São Paulo. O risco está relacionado com o tempo que vai levar para que a Embratel arrume a casa na Vésper, ?apesar de acreditarmos que, com a utilização da infra-estrutura e poder de marketing da Embratel, não será difícil reverter a situação?.
Victor Martins, do Banco Safra, disse que será fundamental a abertura dos números da Vésper, os custos exatos do leaseback da torres e as dívidas junto a fornecedores para estabelecer com maior exatidão o fluxo de caixa.
Nesse ambiente de aprovação e dúvidas, as ações da Embratel tiveram o seguinte desempenho nesta quarta-feira, 13: as ON tiveram alta de 0,32%, fechando a R$ 6,20; as PN ficaram praticamente estáveis em R$ 5,70 e as ADRs subiram 0,43% , com US$ 9,33.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top