OUTROS DESTAQUES
FUNDOS SETORIAIS
Desvios de finalidade dos fundos setoriais de telecom serão questionados pela OAB
segunda-feira, 06 de junho de 2016 , 17h30

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai ajuizar ação civil pública para contestar desvios dos recursos dos fundos setoriais de telecomunicações. A informação foi dada pelo presidente da entidade, Cláudio Lamachia, em debate sobre banda larga na reunião do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, realizada nesta segunda-feira, 6.

A ação será baseada no relatório de fiscalização do Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou que menos de 10% dos recursos são aplicados nos objetivos para os quais foram criados o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), o Fundo de Fiscalização de Telecomunicações (Fistel) e o Fundo para Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). Além disso, o documento aponta que parte da verba do Fistel foi aplicada em outras áreas, como a de aviação.

Outro ponto que observou o TCU e que será objeto de questionamento pela OAB é a discrepância dos valores arrecadados e aplicados dos fundos informados pela Anatel e pela Secretaria do Tesouro Nacional.

De acordo com Lamachia, a aplicação correta dos fundos certamente contribuiria para reduzir as deficiências de infraestrutura de telecomunicações no País. O objetivo da entidade é apontar os responsáveis pelas irregularidades.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. José Maria da Costa disse:

    Ufa!!!! Até que enfim estão puxando o fio da meada. Absurdo saber que a Anatel arrecada bilhões anualmente e não pode sequer investir 10% do arrecadado em sua missão regulatória, mesmo considerando folha de pagamentos.
    Torço que essa caixa preta seja desvendada e o resultado reverta para o bem das telecomunicações brasileiras, para o bem do cidadão que paga regiamente pelo uso dos serviços de telecomunicações, além da aviltante carga tributária que nos aflige…motivos para novos inconfidentes não faltam, afinal, a atual "derrama" é triplamente perversa àquela (mesmo somada ao "quinto") que gerou Tiradentes e outros mártires pela causa da justiça e liberdade.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top