OUTROS DESTAQUES
Congresso
Projeto que aumenta custo para pagamento de boletos em lotéricas afeta setor de telecom
terça-feira, 06 de fevereiro de 2018 , 20h12

(Atualizada às 9:09 de 07/02/2018) Os efeitos de leis casuístas e corporativistas podem ser devastadores em setores que, aparentemente, não têm nenhuma relação com o objeto inicial da matéria. Um bom exemplo é o Projeto de Lei 7.306A/2017, dos deputados Luiz Carlos Hauly (PSDB/PR) e Goulart (PSD/SP), aprovado nos últimos minutos de funcionamento da Câmara dos Deputados no final do ano passado, e que já está no Senado com o número de PLC 01/2018. Trata-se de um projeto que trata do "valor das tarifas dos serviços prestados pelos permissionários lotéricos e pelos demais correspondentes". Originalmente, era um projeto para tratar da relação dos lotéricos com a Caixa Econômica, mas o texto ganhou corpo e emendas durante a tramitação, e se tornou muito mais amplo.

O projeto tem impacto direto e indireto para o setor de telecomunicações, pois a rede de lotéricas e correspondentes bancários hoje é essencial para a cobrança de faturas dos serviços, especialmente pelas classes mais baixas. O projeto estabelece um tabelamento de remuneração para as lotéricas de 0,8% sobre o valor de face do boleto bancário, faturas de concessionárias de serviços públicos ou quaisquer outros convênios, sendo um mínimo de R$ 1,06 por fatura e um máximo de R$ 3,14, valores reajustáveis com o reajuste de tarifas bancárias correspondentes. A lei, se aprovada no Senado, ainda impede que outras cláusulas contratuais impeçam a remuneração prevista ou ônus ou cobrança de compensação.

A Febraban, que congrega as instituições financeiras que contratam lotéricas e correspondentes bancários para os pagamentos, estima que se o projeto for adiante serão inviabilizados contratos com 80 mil correspondentes bancários, afetando 2,8 mil municípios.

Para o setor de telecom, o problema é direto, pois há um aumento do custo de cobrança, mas também indireto, com o aumento do risco de inadimplência caso as instituições financeiras não consigam chegar a um acordo viável com os representantes bancários e as cobranças deixem de ser feitas.

O projeto atende, obviamente, aos permissionários de lotéricas, que passam a ter sua remuneração tabelada e assegurada. Muitos parlamentarem têm vínculos com lotéricas. Por tabela, o projeto também atende às empresas de transporte de valores, já que obriga as instituições financeiras a assumirem a responsabilidade pelo transporte dos valores faturados pelas lotéricas e correspondentes bancários.

(Atualização: Em função dos diversos comentários a este texto, cabe esclarecer alguns pontos. Este noticiário é uma publicação especializada, dedicada ao mercado de telecomunicações. Nosso público leitor é, em geral, formado por empresas e profissionais do setor e as informações que trazemos visam informar este segmento. Temos certeza de que as publicações especializadas no mercado de lotéricas estão tratando com mais propriedade da situação de penúria destes empreendimentos. Todavia, nos comentários, ainda não foi colocado nenhum argumento que desminta a manchete: a mudança nas regras de remuneração dos lotéricos e correspondentes terá impactos sobre o valor da cobrança. Havendo uma argumentação técnica, teremos prazer em publicá-la)

COMENTÁRIOS

67 Comentários

  1. Eduardo de Paula disse:

    Mais que na hora de aprovar esse projeto,Lotericos
    A beira de um colapso financeiro!Parabens pelo
    Projeto e iniciativa de todos os lotericos.

  2. JULIO RODRIGUES ZILLI JUNIOR disse:

    Sr Samuel Possebon
    pq o Sr não procura conhecer o outro lado, o lado dos Lotéricos q a anos não tem sua tarifas devidamente reajustadas, pq não procura saber dos encargos q recaem sobre os lotéricos, pq não procura saber os diversos serviços q a rede lotérica hj atende no lugar dos bancos ??
    Acredito q se a reportagem colocasse os dois lados ficaria bem condizente p o público formar uma opinião em vez de induzir q estamos sendo privilegiados.
    Obrigado

  3. Alisson disse:

    Esse projeto é a última esperança dos lotéricos que estão a beira da falência, obrigado dep Hauly e Goulart

  4. Jorge Ribeiro disse:

    Projeto muito bem feito e mais que justo os bancos cobram valores enormes para realizar o processamento do convênio com as consecionarias e repassam ao loterico uma migalha, esse reajuste vai ter que sair da parte gorda que fica para os bancos e não será repassado o custo para os clientes, como já disse em entrevista o Deputado Goulart!

  5. Gomes disse:

    Projeto mais que importante para remunerar justamente quem fica com grande parte do trabalho da caixa econômica e uma pequena parte da tarifa

  6. Ana Paula disse:

    Hoje as lotericas prestam serviço de banco sem estrutura de banco e sem remuneraçao justa.Basta entrar em qq uma e constatar. Vamos nos unir para mudar esta realidade.

  7. Cleber Rovina disse:

    Palhaçada somos nós ganharmos tão pouco, corrermos tantos riscos e bancos e telecomunicações ganharem milhões sobre as classes operárias e mais simples. Pq essas mesmas não dividem melhor os lucros com a população oferecendo bons produtos, ao invés de ficarem milhonários? As pessoas mais ricas do Brasil são donos de bancos e telecomunicações…me poupem e " não venham com churumelas…

  8. Joao henrique disse:

    Os valores a serem repassados aos Lotericos que estao a beira da falencia,não sera adicionado e sim sera feita uma melhor distribuiçâo da receita..
    Hoje a loterico trabalha e fica com 0,40 centavos e o banco não faz nada e fica com 5 reais

  9. Gilberto Bell disse:

    E inacreditável ver uma pessoa escrever um artigo nefasto como este, olhando somente o lado que lhe interessa. Não de escrever os dois lados, ou melhor os vários lados da história, em jornalismo sério é um crime. Em países sérios dá até cadeia. Aconselho o senhor abrir de fato os olhos, e antes de escrever tamanhas asneiras, procure os representantes dos lotéricos e descubra a verdade é a origem desta história. Saiba que este projeto de lei sempre teve exatamente este teor, objetivo e atual conteúdo, jamais foi sobre as relações da Caixa com os lotéricos, e sim sobre a correção de tremendas injustiças de décadas de exploração sem freios dos lotéricos pela Caixa e governo, que não estão nem aí pra uma categoria que emprega centenas de milhares de pessoas em todo o país e paga impostos, e mesmo assim é escravizada por tarifas totalmente fora da realidade, e estamos fazendo isto de forma clara, objetiva e pelas vias legais de uma lei, um marco dos correspondentes bancários, não somente os lotéricos como o senhor pejorativa mente da a entender em seu artigo de baixo nível e conteúdo duvidavel. Caso deseje aprender a história desta luta e desta história que há dura décadas, e não é em nada casuística como o senhor tende a direcionar em seu comentário, procure a assessoria de imprensa da FEBRALOT, a federação dos lotéricos, que lhe apresentarão com clareza a verdade desta história e ajudarão o senhor acesso redimir de tal artigo tendencioso, e quem sabe escrever um artigo mostrando a verdade.

  10. Tatiana Medeiros disse:

    A classe lotérica está falida. Esse Projeto Lei irá salvar vários empresários da falência. Empresários estes que geram muitos empregos.

  11. Wallace lopes disse:

    Uma lei que garante uma renda mínima para o representante bancário que por tanto tempo garante a adimplência de toda nossa economia

  12. José Antônio disse:

    Enquanto as instituições financeiras ganhão milhões, o sacrifício fica com os lotericos com todas responsabilidade ganhando centavos. O problema que ninguém se importa com as dificuldades que o lotericos passam.

  13. André rosso disse:

    Amigo ,primeiro vc tenta saber a realidade das casas lotéricas depois vc faz um comentário mais exato certo ,pra gente cobrar um telefone da oi pelo número eles cobram quase 4 reais e nos passam 0,46 centavos temos todo o risco até o dinheiro chegar na agência,tá mais do q na hora de aprovar a lei ,desde já obrigado.

  14. Danilo disse:

    Ótima iniciativa dos lotéricos. Grande Vitória se o PL for aprovado. As lotéricas são essenciais para os serviços bancários e muito mau remunerada.

  15. Edison Hirayama disse:

    Será que somente Bancos e Empresas de telefonia podem ter lucros? E os Lotericos e correspondentes devem trabalhar com tarifas mínimas. Esta lei deve ser aprovada com urgência para sobrevivência com dignidade dos Correspondentes.

  16. Airton pauko disse:

    Sr Possebon.
    Me desculpe, mas o senhor está bastante desinformado, ou ao menos, tendencioso.
    O projeto, na verdade, resgata parte da defasagem de tarifas acumulada há anos.
    O que merece reflexão é como a rede Loteruca pode sobreviver recebendo tarifas com prejuízo.
    É fácil fazer fazer gentileza com chapéu alheio.
    A pergunta é: Porque os bancos não querem receber receber nenhum tipo de conta?

  17. Cleissandro disse:

    Meu caro,
    Deveria se atualizar quanto ao PL, pois ele só irá, se aprovado, recompor as tarifas que estão defasadas a anos!!! Você trabalha com o salário que ganhava a 10 anos atrás?? Duvido. Querem usar nossa rede lotérica de graça?? Pois saiba que lotéricos não são escravos dos bancos e muito menos de gente como você!! E quanto ao carro forte, quem a anos está cuidando, guardando e pagando para transportar o dinheiro que não é nosso somos nós! Atualize-se senhor Samuel!

  18. Vicente Pons disse:

    Penso que o projeto é necessário para a sobrevivência dos correspondentes bancários, os únicos que aceitam cobrar contas da população menos favorecida. Quanto ao aumento de custo para as concessionárias de serviços públicos ou para a população não existe este risco, pois os bancos ganham até dez vezes mais do que nos pagam. Este projeto de lei só reequilibrar as forças entre quem detém o Serviço (bancos) e quem atende a população diretamente (os correspondentes bancários).

  19. Roberta disse:

    Os lotericos estao sem reajuste nas tarifas ha 4 anos.. qual empresa. Qual prestador de servicos. Qual funcionario fica tanto tempo sem aumento.. tudo tem reajuste. E as tarifas dos lotericos nada.. senhores senadores e presidente se essa lei nao for aprovada todas as lotericas irao a falencia.

  20. M almeida disse:

    Das 4 lotericas que tinha na minha cidade 2 fecharam por não conseguir se manter financeiramente, se o projeto não for pra frente tanto faz os problemas das telecoms ( que tiveram lucro de 30 bilhões em 2017) pois não vão sobrar muitas lotericas para pagarem os boleto deles.

  21. Roberta disse:

    Sabe do engracado ninguem chama um loterico para saber a.real situacao deles. Ninguem visita uma loterica para saber de todas as.dificuldades que elas teem.. sempre é mais facil ouvir a classe forte.. Febraban.. caixa economica federal. E os realmente trabalham de frente ninguem quer saber.. apenas criticam.. vamos visitar uma loterica..

  22. Marcio Laudi Soares disse:

    Justo é o lotérico receber 0,50 centavos de real pra fazer o serviço guardar o dinheiro investindo em segurança blindagem etc etc, e ainda pagar o carro forte pra levar pro banco, amigo vc deveria tomar conhecimento do assunto telefonia é q é a maior vergonha nesse país fazem o q querem como querem cobram taxas absurdas nas tarifas não atendem fisicamente os clientes somente por 0800 e muito mal atendido.

  23. Jefferson Souza disse:

    Sempre as Lotéricas fazem o serviço sujo e com péssima
    remuneração.
    Enquanto os bancos recebem R$ 4,00 a R$ 5,00
    as lotéricas recebem R$ 0,52 por serviço prestado,
    pagam Carro Forte, ad valoren e ficam com todo risco.
    A classe está quebrada por tanta exploração!!
    Agora chega !!!!!!

  24. Nuno disse:

    Ha vários anos o empresário lotérico vem tendo prejuízo com o recebimento de contas…esse projeto de lei já vem tarde!!

  25. Marins disse:

    Sr. Samuel. Deveria ter se informado melhor antes de publicar essa matéria. O que o sr. achou dos comentários acima? Gostaria que o sr tbém fizesse um comentário depois que ficou sabendo um pouco da realidade dos lotéricos. Ou vai continuar achando que essa nova lei vai quebrar o setor de telecomunicações e os bancos, pobres coitados, que lucram milhões e mais milhões de reias…

  26. ANTONIO CARLOS PIRES disse:

    Sr. Samuel infelizmente o senhor não tem capacidade de expor qualquer comentário a respeito da lei pois o senhor não teve o minimo cuidado em ler do que se trata a lei PLC 01/2018 senão o senhor teria vergonha de fazer um comentário tão infeliz como o senhor fez nesta matéria.
    Mais esperar o que de uma pessoa chamada
    SAMUCA SÓ RINDO

  27. Emanuele Guimarães disse:

    A caixa econômica federal chega a cobrar 6 reias por boleto do cliente e desse valor nos repassa 0,50 centavos!! Não é necessário cancelar 80 mil convênios e nem prejudicar 2,8 mil municípios, é só dividir os lucros com maior parcimônia. Esse artigo é mentiroso e tendencioso… Em tempo de mudanças necessárias nesse país ler um artigo assim é de dar vergonha de ser brasileiro! Mais de 800 lotéricas fecharam suas portas desde 2016, sendo que a rede toda era representada por 13 mil… Quantos bancos e empresas de telefonia faliram no país durante esse mesmo período? Vc tem idéia de quanto custa manter uma lotérica? Quanto custa uma blindagem, seguro e transporte de valores que nem sequer nos pertence? Brincadeira esse artigo… Tá na hora de levar o jornalismo mais a sério rapaz!

  28. Rudival Filho disse:

    O setor Telecom vai bem e obrigado, por conta dessas tarifas insignificantes recebidas pela rede loterica, diga-se de passagem, os brasileiros têm a telefonia fixa e móvel, banda larga, tv por assinatura e internet mais cara do mundo, certamente o setor Telecom não sabe o que crise, muito menos ficar 10 anos sem reajuste. Entendo seu comentário Sr. Samuel, é falta de conhecimento da rede que presta o maior serviço social ao país, presente em quase 100% dos municípios brasileiros, fomentando a economia de muitas cidades, fazendo o trabalho que os bancos consideram lixo bancário, fazendo distribuição de benefícios sociais do governo federal, entre outros, sem segurança, sem respeito, sem tarifa digna, enquanto os banqueiros e o setor Telecom arrecadam bilhões. Não só este projeto é justo e digno, como os parlamentares, os quais o Sr. acusa, levianamente, de favorecimento próprio, deveriam fazer outro projeto de Lei, reduzindo as tarifas absurdas, cobradas por uma ligação de telefone, banda larga e tv por assinatura, pois isso sim é massacrar a população brasileira.

  29. Paulo porto disse:

    Prezado Samuel Possebon,

    É inacreditável que o Senhor, um dos mais experientes e reconhecidos jornalistas do mercado de telecomunicações , tv por assinatura e audiovisual , apresente uma análise simplista, tendenciosa, manipuladora e totalmente descompromissada com a verdade e a realidade dos fatos, o que me permite concluir que esta sua opinião sobre o assunto foi encomendada como matéria paga, pelas Instituições Financeiras, ou quiçá pela FEBRABAN.

    Talvez a sua orientadora acadêmica , que hoje atua como membro de um grupo de pesquisas internacionais, pudesse lhe ajudar a coletar as informações e dados corretos, confiáveis e isentos sobre o assunto em questão, principalmente no que tange a remuneração hoje auferida pelos lotéricos e sua defasagem ao longo do tempo, em contrapartida com o valor atual das tarifas praticadas pelas Instituições Financeiras que o Sr . tanto as protege.

    V.Sa. se preocupa em sua análise com a inviabilidade do setor de telecomunicações, com a aprovação e aplicabilidade desse projeto de lei , mas não se preocupa com a inviabilidade financeira da continuidade da prestação desse serviço por parte dos lotéricos , face a remuneração atual paga pelas Instituições financeiras aos lotéricos para a prestação desse serviço, não cobrir os custos para seu recebimento e ser comprovadamente deficitária .

    No mínimo, como jornalista renomado e experiente que o Sr é, sua análise deveria contemplar essa preocupação , mas para minha surpresa , V.Sa. optou única e exclusivamente por defender os argumentos da FEBRABAN.

    Se a FEBRABAN entende que esse custo irá inviabilizar contratos de 80 mil correspondentes bancários, afetando 2,8 mil municípios, pergunta-se:
    – porque então os Bancos não começam a receber essas contas, já que eles alegam que essa tarifa é absurda, levando a acreditar levianamente que os lotéricos irão ter uma lucratividade monstruosa nessa prestação de serviço ?
    – porque ao invés de V.Sa. criticar esse Projeto de Lei , sem conhecer a realidade dos fatos, não propoem que os Bancos façam esse serviço também, mantendo as tarifas atuais e recebendo exclusivamente nos seus guichês de caixa ??? … pois é, né ??? … talvez porque seria inviável o custo dessa prestação de serviço pelo banco, ou seja, exatamente o que vem acontecendo ao longo dos anos com os lotéricos, a remuneração auferida não paga os custos de recebimento, ou seja, essa prestação de serviços é totalmente deficitária.

    A aprovação desse projeto é essencial para a sobrevivência das lotéricas e para a manutenção da qualidade de serviços , de seus empregados , de suas obrigações e do seu negócio.

    Espero que V.SA. reflita sobre essas ponderações, analise a realidade dos os fatos, ouça todas as partes envolvidas e apresente uma nova opinião e uma proposta que contemple o interesse , a saúde financeira e a viabilidade do negócio à todos os envolvidos.

  30. março Antônio kusano disse:

    Matéria tendenciosa, possivelmente financiada. As lotéricas estão possibilitando o pagamento destas contas, pois sem elas provavelmente a inadimplência aumentaria no setor. NUNCA MAIS ACESSO ESTE SITE, PERDI MEU TEMPO

  31. Josinaldo Barbosa disse:

    Prezado jornalista, antes de tudo gostaria de dizer que este tipo de material publicado não agrega em nada a discussão, visto que é tendencioso e totalmente equivocado. Durante anos os Lotéricos do país sofrem por falta de reajuste, contratos leoninos e por falta total de condições de oferecer um serviço de maior qualidade, sem falar na falta de recursos pra se manter e a iminência de falência por tarifas que só causam prejuízo. O senhor deveria ter ouvido todos os lados e mudar o tom de sua matéria,pois nada condiz com a realidade dos fatos.

  32. Márcia Campana disse:

    Prezado, Senhor. Convido o senhor a fazer uma matéria que mostre a realidade da relação financeira: bancos x clientes PJ e bancos x correspondentes financeiros.
    Meu marido tem uma empresa e paga, atualmente, R$6,50 à Caixa por boleto emitido pela sua empresa. Desse valor, a Caixa repassa para o lotérico R$0,65 centavos para prestação do serviço de recebimento desse mesmo boleto. Além disso, não somos remunerados na íntegra pelo custo do transporte desse dinheiro que não é nosso.
    Sua matéria mostra uma visão muito restrita e superficial sobre a estória e importância desse PL. Te convidamos a entrar em contato com qualquer um dos que se manifestaram aqui para que possamos prestar maiores esclarecimentos.

  33. Valdner disse:

    Casuístico é seu comentário sem conhecimento dos fatos. Não se trata de corpotlrativismo. A classe lotérica está a beira de um colapso financeiro. Procure se informar para dar a informação correta aos seus leitores sem tomar partido lir algum lado. Isso é ser sério na profissão.

  34. Valdner disse:

    Aliás, nunca tinha ouvido falar nesse sr. TALVEZ seja até mais um blog pago por algum tipo de interesse de quem escreve. Se fosse buscat informação dos fatos jamais escreveria tanta asneira.

  35. Mario Tommey disse:

    Sugiro ao autor conversar com os representantes da classe loterica para poder fazer uma matéria completa sobre o assunto. E não simplesmente ser tendencioso e escrever somente sobre uma das partes. Tenho certeza que quando entender a outra parte vai rever seus conceitos.

  36. Geraldo Humberto Silva disse:

    Repórter mau informado, acho que acho que não! É muito fácil pesquisar e conhecer a real situação dos Lotéricos, que trabalham por tarifas que não cobrem os custos, então por que uma reportagem tão tendenciosa! Por que não deixar a FEBRALOT falar? Acho justo!!!

  37. GIlberto Lanza disse:

    Meu caro, está matéria deveria ter sido melhor avaliada antes de ser publicada, saibas que os Lotéricos vem amargando 14 anos de defasagem nos reajustes de suas tarifas, não só ela, mas todos os correspondentes do Brasil, o que recebem não cobre os custos dos funcionários, razão está que em um ano tivemos 500 lotéricas fechadas por falta de equilíbrio financeiro.
    Agora não dá pra entender os Bancos cobrarem R$ 7,00 para o registro de um boleto sendo que isso não trás nenhum impacto e não leva nenhum prejuízo à população já que isso é Repassando, agora nós termos que trabalhar de graças pra eles (bancos e telecomunicações, para o governo pagando benefícios socias) ai se tiver uma migalha de reajuste que não representa metade da reposição de 14 anos, mas apenas de 5 anos ai isso terá impacto é causará um pânico nestas instituições que deixarão de lucrar nas costas de quem trabalha, faça o favor, se intere melhor da causa, ou está sendo pago pra fazer mais uma injustiça e vai querer realmente criar um colapso no país, porque a maioria dos correspondentes bancários estão em falência pré facilitar, ai onde a população carente que são mais de 60 milhões iram ser atendidas, já que os Bancos rejeitam os pobres que só pagam suas contas.

  38. Roberto Luiz Fornasaro disse:

    Prezado, com todo respeito, antes de escrever sobre um tema, estude-o.
    As Lotéricas atendem a população mais carente, aonde os bancos não estão interessados em ter agências, nas periferias violentas, bairros afastados e carentes a população encontra aberta uma casa lotérica e lá paga contas e recebe benefícios como bolsa família e FGTS.
    Muito bem, as Lotéricas estão fechando por terem ficado inviáveis e quem está perdendo é a população.
    Parabéns aos criadores do projeto,tem meu apoio e apoio do provão brasileiro!!!!

  39. Silvana disse:

    Mais uma vez citam que os menos favorecidos serão afetados. Realmente serão afetados se o projeto não for aprovado. Hoje quem atende esta classe são os lotericos. E se não aprovado, este fecharão suas portas e a população menos favorecida vai continuar fora dos bancos que se negam a atendê-los, porém sem as lotéricas também. É lamentável ver uma pessoa que se diz jornalista não apurar realmente os fatos.

  40. marcelo disse:

    Esse repórter ,deveria antes de tudo verificar com quem fica realmente o dinheiro das tarifas ,procure saber antes o valor cobrado pelos bancos e o valor repassado a categoria ,passar bem e estudar um pouco mais antes de dar uma opinao a qual pode afetar um setor que ja está debilitado.

  41. Luciano disse:

    Já estava na hora de um projeto igual a esse. A tarifa dos lotericos está defasa da e muitos passam por dificuldades de manter suas lojas abertas.
    Parabéns lotericos do Brasil!

  42. Maycon disse:

    Seu artigo é muito raso e visa apenas preocucões do ramo de telecom. Lotericos terem tarifas dignas e isenção quanto ao transporte dos valores não nenhum plus e sim uma obrigação que ja deveria ter sido implementada. Porque você não fisse no seu artigo que os bancos recebem 5 reais por boleto e repassam a anos apenas 0,40 centavos por boleto à anos sendo toda responsabilidade e trabalho feito pelos lotericos. Nada adianta elevar o numero de correspondentes sendo que os mesmos com essa remuneração pifia nao conseguem ao menos prestar um serviço digno.Esse artigo esta provavelmente comprado pelos bancos.

  43. Gaspar Gonçalves do Nascimento disse:

    Quem se propõe a escrever qualquer artigo, tem como obrigação conhecer sobre o assunto.Senão corre o risco de ser totalmente parcialista, como no caso. Se o Banco cobra 6 reais do emitente e repassa 0,65 centavos para a lotérica que ainda arca com os custos operacionais, não se poderia haver melhor distribuição? Um bom profissional, tem que ser também justo e imparcial.

  44. Robson Pessutti disse:

    Projeto de lei mais do que justo.
    Enquanto os bancos e telecoms faturam bilhões, os lotericos somente querem uma remuneração justa para poder dar continuidade ao bom atendimento à população.

  45. Gaspar Gonçalves do Nascimento disse:

    Artigo com desinformação e sem conhecimento de causa. Tendencioso..

  46. Ivo disse:

    Sr. Samuel, por acaso o senhor tem em mãos, quanto as empresas de telefonia,e outro convênios, repassam aos bancos por cada conta recebida nas lotéricas? Verifique, e verá que o valor que estamos pleiteando, não é nada menos do que, anos de defasagem. Eu tenho 4 funcionárias.Se você, e os bancos, estão achando que, o que recebemos, é muito, contrate 4 bancários, com os devidos encargos, e verá, qual o custo de uma lotérica. Fazemos o nosso melhor, na devida proporção, por estarmos à beira da falência.

  47. Fabiano disse:

    Enquanto as operadoras de telefonia e os bancos estiverem repassando para os lotericos 50 centavos pra receberem as contas deles e o Loterico com esses 50 centavos ficar responsável por entregar Todo o dinheiro no banco, repassando pro Loterico custos de seguro, carro forte e impostos com somente 50 centavos essas empresas vão continuar faturando bilhões anualmente e a rede lotérica falindo. A conta não fecha. A média de 500 lotericas fecham anualmente por falência. E vc me fala em corporativismo ? Corporativismo total da parte deles, é isso que o senhor quis dizer? Venha aqui para eu lhe mostrar meus custos e minhas receitas e você publica. Esse mês tivemos aqui 4 mil reais em prejuízo. Agora precisaremos de 2 meses excelentes pra ficar no zero a zero. O Brasil não é um País justo, não é um País sério. E a população é cega, inclusive os mais esclarecidos como o senhor.

  48. Vicente Poms disse:

    Bom dia ! Como você pediu na atualização de hoje da sua matéria, informo que o projeto não prevê aumento das tarifas para os concessionários de serviços como a telefonia.
    O que se coloca na proposta de lei é dar regra clara na parte que fica ao correspondente bancário, hoje, normalmente ficamos com uma participação entre 10 e 25% do que os Bancos cobram das concessionárias, a ideia é remunerar melhor quem realmente tem a maior parte no trabalho pelo serviço executado. Isso inclusive foi ponto esclarecido na Câmara Federal e será feito no Senado.
    Os bancos hoje tem bilhões de lucro em seus balanços trimestrais, isto muito pelo nosso trabalho social que prestamos.
    É sem tempo de adequar isto é o Senhor nos presta um favor se demonstrar isto aos seus leitores.

  49. Hiram f. Lopes disse:

    De bom no texto, apenas o nosso reconhecimento, Importância na cobrança dos boletos em questão,o restante, demostra o autor a meu vê, até um certo desrespeito ao trabalho de todos envolvidos, no sentido de viabilizar, tais serviços, sugiro que leiam e observe a tendenciosidade e mesquinhez do escrito
    Lamentável…

    • Hiram f. Lopes disse:

      Tudo bem simples, agradecemos a importância, no recebimento dos serviços prestados, tendenciosidade, já citado em comentários anteriores, mesquinhez, apenas no sentido de olhar unilateralmente, também comentado anteriormente.
      Com todo respeito, sugerimos aprofundamento na matéria, contato com as representações e com as autoridades, envolvidas no Projeto.verá que o texto desta forma é descabido.

  50. Márcia Campana disse:

    Sugiro que o Senhor faça um outro artigo sobre a relação de cobrança de tarifas entre Bancos e Empresas de Telecomunicações. Qual o Real custo de um banco para prestar serviços de cobrança para esse setor? Haverá realmente necessidade de reajuste das tarifas no contrato entre essas duas instituições caso o PL seja aprovado?

  51. Cleissandro disse:

    Pelo que vejo nessa página, a maioria de anunciantes são do setor de telecomunicações. Então fica fácil saber da sua preocupação quanto aos anunciantes terem grande inadimplência se os clientes não tiverem como pagar a fatura da tv ou telefone em uma lotérica , e aí consequentemente o Sr também vai perder o patrocínio . Não se preocupe. Tenho emprego na minha lotérica!!! Sabe fazer troco??

  52. Marisol Estevez disse:

    Boa tarde, Samuel Possebon,

    Eu, na minha humilde opinião,acho que, quando escrevemos uma matéria sobre um determinado assunto, temos por obrigação, sendo repórter, verificar dados, saber opiniões diversas dos dois lados. Isso seria o correto quando se é um bom profissional!
    Não acho justo, sair escrevendo e defendendo impresas, a não ser que se ganhe uma comissão por isso, sem saber como se portam as outras empresas, aqui específicamente, os lotéricos!! São mais de 500 loterias fechadas, outros tantos a ponto de fechar as portas porque a comissão não é reajustará a anos!!! Os bancos reduziram seus funcionários, e mandaram os seus clientes (não interessantes) para onde? Para as loterias!! O senhor, viu de quanto foi o lucro anual dos bancos em 2017??? Eu me ponho ao seu dispor, como tantos outros amigos lotéricos a receber sua visita é saber dos nossos problemas, que não são poucos, Seguranca, por exemplo! TomarNos um café juntos e mostrar a nossa realidade, quem sabe assim fazer um artigo que não prejudique os que já estão sofrendo com preconceitos errôneos.
    Um grande abraco

  53. Pedro disse:

    MUITOS POLITICOS TEM VINCULOS COM LOTÉRICAS! TINHAM QUE SER MESMO PRA LAVAR DINHEIRO

  54. Jouber disse:

    Olha, a questão, se as Lotericas sao tao importante pra pagtos dos clientes das tele, paga ela as mesmas margens cobradas pelas operadoras, que por sinal, desculpe o trocadilho, sinal eh péssima, ou melhor abra um canal próprio e cobre seus clientes, faz a conta aí Bambam!

  55. Diego disse:

    Por que a Net da desconto de 10 reais para quem paga em debito em conta….10 reais onde esta a vantagem para a net …pois nos recebemos da net 44centavos e quem fica com os 9.56 restantes….ENTENDEU agora da onde pode sair 1 real a mais sem passar para o cliente? …. como todos disseram antes melhor se INFORMAR antes dar opiniao …

  56. Gilberto Bell disse:

    Sr. SAMUEL,
    Li com atenção sua atualização, e continuo espantado com sua posição. Não é possível que o senhor, com seu currículo, não perceba que está tremendamente errado em se posicionar unilateralmente. Da inclusive margem a imaginar que é matéria paga… Como já comentei antes, o senhor como jornalista tem a obrigação de apurar a veracidade das informações que publica, e buscar as fontes e os dados é unicamente sua obrigação como jornalista, então fico de fato espantado de ler que o senhor quer que aqui em comentários ao artigo pouco inteligente, que pela repercussão nos inúmeros comentários negativos sobre a matéria, claramente mostrando que ela não se apóia em elementos sólidos e plausíveis, quer que se publiquem dados ou informações que o façam mudar de opinião e mudar este texto tão carente de fundamentos ? E no mínimo uma expectativa pouco profissional e lamentável de sua parte. É exclusivamente o senhor que tem a obrigação moral de buscar, verificar, checar a verdade antes de escrever. Saiba também que o público que me teletine não é exclusivamente as pessoas que trabalham ou tem interesse na área de telecomunicações, mas parece que até neste conhecimento tão básico e primário, do imenso alcance de uma midia de comunicação tão importante, antiga e vastamente divulgada como a Teletime até nisto o senhor erra e muito feio. Minha esperança, é que o editor responsável pela Telefone, perceba a sua notória e absoluta cegueira tendenciosa, sua completa miopia de marketing, e o completo desconhecimento do que a classe lotérica pode fazer e faz diariamente direta e indiretamente pela geração de demandas na área e nos inumeros serviços das operadoras de telecomunicações no Brasil e com isto gerando e girando bilhões de reais de receitas para este setor, espero que ele chame o senhor para uma conversa séria e abra seus olhos pra começar a fazer jornalismo sério, honesto e imparcial, ou quem sabe lhe dispense de tal fardo, já que até o básico sobre o veículo onde pública, e sobre as matérias que o senhor publica, claramente o senhor desconhece.

  57. Cláudio Junior disse:

    Sr.Samuel , quer um argumento técnico? Então o que você acha , das concessionárias de telefonias é outros convênios , cancelarem os convênios com as Lotéricas? Fiquem somente com os bancos ( claro que eles não querem pois existe um custo que não é baixo e não é coberto pelas tarifas pagas),ou melhor eles podem abrir postos para receberem suas faturas( kkkk não vão querer também né , o custo é alto) agora, nós não somos obrigados a trabalhar de graça para subsidiar problemas da população ou pior das telecomunicações, para você entender o que queremos :
    Ou nos pagam uma tarifa que cubra os nossos custos ou podem cancelar não tem problema , então eles tem opção que já lhe dei acima, por que somos obrigados a trabalhar para os outros de graça?

  58. Cláudio Junior disse:

    Assim como você pede argumentos técnicos me mostre os seus onde você fala " Muitos parlamentarem têm vínculos com lotéricas" falar até papagaio fala e digo ainda teremos sim num futuro Lotéricos políticos mas isso por força da união da classe, que se o Sr. Pesquisar e se informar verá que somos fortes ah e é uma pena não termos hoje esse vínculo assim não estariam fechando em torno de 600 a cada ano por falência.

  59. Cláudio Junior disse:

    Quer outro argumento técnico ? Venha trabalhar no meu jornal te pago 50 centavos por texto.kkkkk

  60. Cláudio Junior disse:

    Continuando os argumentos técnicos, olhe um trecho sobre um esclarecimento do convênio com a ceee ( energia elétrica) do RS
    "GERÊNCIA
    O gerente da CEEE em Santo Antônio afirma que o convênio não foi renovado pela elevação do custo das taxas por parte dos bancos. Mas além do Banco do Brasil e do Bradesco também o HSBC e o Itaú tomaram a mesma decisão.
    Luis Fernando Jacobsen acrescenta de outra parte, que existem entre Santo Antônio e Caraá 23 mil consumidores de energia elétrica."

    Pergunto os bancos podem estipular um valor justo? E por que nós não? Os convênios tem a liberdade de cancelarem.

    • Cláudio Junior disse:

      Neste mesmo sentido não se trata de ter um custo maior cobrado por estes bancos e sim por terem os bobotéricos trabhando de graça para eles , pra que vão pagar mais aos bancos?

  61. Marisol Estevez disse:

    Bom dia!!! Este comentário é bem interessante!!!! Gostaria que desse um pouco da sua atenção!!!

    Muito obrigado
    !https://www.facebook.com/lotericospedemsocorro/photos/a.976190459071080.1073741827.975750379115088/1707090769314375/?type=3&theater

  62. Marisol Estevez disse:

    Bom dia,

    Não consegui deixar passar!!! Mais um pequeno vídeo, que diz muito sobre nossa situação!!
    Obrigado …https://www.facebook.com/roney.hygino/posts/1729578503772038

  63. Guilherme Calderaro de Almeida disse:

    Nossa, quanto MiMiMi… Primeiro, Lotérica não é instituição financeira(banco), é correspondente bancário vinculado a CEF, logo as ninguém pode fazer um "convenio" com uma lotérica,só com a outorgante (CEF) e mais toda tecnologia utilizada pela mesma, sistemas e equipamentos são fornecidos pela CEF, sem ela não existiria lotéricas. concluindo, pra quem falou pra deixar de fazer convenio, e fala tão veementemente sobre a Febraban está meio equivocado sobre o que está falando.
    Segundo, o problema em si não é a questão do aumento e sim o como pretende ser feito. No texto proposto, que está disponível pra quem quiser ler, fala o seguinte: "A remuneração do permissionário lotérico e dos demais correspondentes referente à prestação de serviços de recebimento…" O que ninguém se deu conta é que a lei original, fala somente dos correspondentes lotéricos que são vinculados a CEF, não fala de outros, porem o texto aprovado vai além, eles querem se meter no quando outros pagam pros seus correspondentes, só por esse fato já a torna passível de rejeição e se mesmo assim for aprovada e sancionada, cabe recurso jurídico na esfera federal, pois o governo não tem autonomia pra ditar esse tipo de regra nos bancos privados. e se a mesma for alterada pra valer somente para os correspondentes vinculados a CEF, quem virá pagar os custos extras será a CEF, e não as empresas, porque contratos já estão firmados, e dificilmente serão revistos, e o Febraban dificilmente irá adotar essa nova formula como regra pois a única instituição que teria custos extras seria a CEF, ai no final quem paga por tudo isso, o povo que custeia esse lixo estatal. Que a coisa é complicada pro lado dos correspondentes da caixa, de fato sim, porem quem tem que solucionar é a caixa, e não um projeto de lei. e se a coisa está tão ruim assim, entrega a concessão, procura outra forma de viver, porque até onde sei ninguém te obriga a manter seu loteria aberta, isso quem decide é você.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
Top