OUTROS DESTAQUES
indústria
Produção equipamentos de informática e produtos eletrônicos cai 12,9% em maio
quarta-feira, 04 de julho de 2018 , 15h59

A greve dos caminhoneiros afetou de forma significativa os processos produtivos da indústria brasileira. Pelo menos é o que aponta a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta quarta-feira, 4.  Segundo levantamento do instituto, em maio a produção de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e óticos teve uma retração de 12,9% na comparação com o mês anterior. No cenário geral, a pesquisa aponta um recuo de 10,9% na produção industrial nacional em relação a abril.

Por outro lado, ainda sobre a fabricação dos produtos de informática, eletrônicos e óticos, a pesquisa do IBGE aponta um resultado relativamente estável (recuo de 0,1%) na comparação com maio de 2017. No entanto, impactado pela produção de aparelhos de TV para atender a demanda por conta da Copa do Mundo, o índice no acumulado ficou com crescimentos de 21,4% e de 20,1% nos últimos 12 meses.

Nos índices relativos à indústria como um todo, na comparação com maio de 2017, a queda foi de 6,6%. Com este resultado, o patamar de produção retornou ao nível próximo ao de dezembro de 2003, ficando 23,8% abaixo do ponto recorde alcançado em maio de 2011. O levantamento também aponta que o índice acumulado nos últimos 12 meses caiu de 3,9% em abril, para 3% em maio deste ano. Nos cinco primeiros meses do ano, a produção industrial ainda é positiva em 2%.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top