Projeto visa expandir hotspots em estabelecimentos comerciais no Brasil

Ampliar a cobertura gratuita de Wi-Fi em estabelecimentos comerciais no Brasil é o objetivo do Wi-Fi Legal, projeto criado pela Sansevero TI, consultoria de tecnologia da informação. A empresa oferece roteadores e serviços de consultoria a estabelecimentos para que os consumidores se conectem à Internet de graça por meio de um aplicativo.

"A ideia foi pensada visando os eventos globais que devem acontecer no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014, e a necessidade de investimentos em infraestrutura de tecnologias como o 3G e o 4G", conta Wagner Sansevero, proprietário da consultoria.

Os roteadores são oferecidos sem nenhum custo aos estabelecimentos comerciais, mas a empresa cobra pela consultoria, que inclui a instalação dos equipamentos, e a comunicação visual que indica que o local é cadastrado no projeto. Adesivos com códigos QR que direcionam os consumidores ao download do aplicativo fazem parte desse pacote. A empresa indica ao cliente qual a melhor operadora para a região, mas a decisão e contrato do serviço de Internet ficam por conta do próprio estabelecimento. Como o app não tem nenhum custo aos usuários, a Sansevero vende pacotes por estabelecimento, com limites de licenças para download, além de uma anuidade. Para um estabelecimento pequeno, o investimento inicial totaliza cerca de R$ 380.

Após baixar o aplicativo, o usuário cria um login único, que dará acesso à toda rede de estabelecimentos cadastrados. A ferramenta também permite visualizar um mapa e uma lista com todos os locais registrados no Wi-Fi Legal, que poderão ser visualizados por proximidade, ramo de atividade, favoritos etc. O consumidor também pode fazer um check-in no local e compartilhar nas redes sociais, gerando publicidade. "Nosso plano é que em troca da divulgação, o usuário também tenha descontos e promoções", diz Sansevero. O app deve ter uma versão beta em meados de julho deste ano, e uma versão mais completa em agosto, inicialmente para a plataforma Android, e até o final do ano para iOS.

Com dois meses de lançamento, a empresa está negociando com os estabelecimentos, que variam desde restaurantes, bares e academias a táxis e transportes escolares. "Nossa ideia é ter mil estabelecimentos cadastrados até o final do ano. Isso em São Paulo, e ainda acho que é um número baixo", prevê Sansevero. O Wi-Fi Legal deverá estar presente em todas as cidades-sede da Copa do Mundo em 2014.

A Sansevero investiu sozinha cerca de R$ 50 mil no negócio e busca também parceiros e possíveis investidores. Atualmente, ela está em conversa com a TIM para fornecimento de Internet 3G.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.