Publicidade
Início Newsletter BNDES faz aporte em fundo de direitos creditórios da DPR Telecomunicações

BNDES faz aporte em fundo de direitos creditórios da DPR Telecomunicações

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a subscrição de R$ 80 milhões em cotas do Funttel DPR I FIDC – ou um fundo de investimento para aquisição de direitos creditórios originados pela fornecedora DPR Telecomunicações.

O aporte deve ocorrer a partir de recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). O instrumento ainda contará com R$ 20 milhões investidos pela própria DPR, totalizando assim R$ 100 milhões em capital disponível. A taxa de juros a ser praticada em cada direito creditório adquirido será de TR + 9,9% a.a.

A expectativa é que os recursos permitam à DPR vender produtos desenvolvidos e produzidos no País com taxas e prazos competitivos – majoritariamente entre micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). A estimativa é de que 500 PPPs se beneficiem a partir dos recursos, segundo o banco público.

Notícias relacionadas

“Isso nos permitirá vender nossos produtos em condições de juros e prazos mais favoráveis para os clientes”, afirmou em comunicado do BNDES o CEO e fundador da DPR, Luis Carlos Vicente. Segundo ele, um rigoroso processo de avaliação foi atravessado pela companhia até o aporte do banco.

Presidente da instituição de fomento, Aloizio Mercadante avaliou que “por meio da aquisição de direitos creditórios, o BNDES encontra mais um caminho para que o crédito chegue com condições atraentes para as pequenas empresas que compõem a cadeia de fornecimento da grande indústria brasileira. Em setores estratégicos como o de telecomunicações, isso é fundamental”.

“Com a operação, além da promoção da inclusão digital e do fortalecimento da indústria nacional de equipamentos intensivos em tecnologia, o banco viabiliza a manutenção e modernização da rede de banda larga já existente, assim como a sua expansão, sobretudo em regiões com menor densidade de penetração de banda larga, como Norte e Nordeste”, completou o BNDES.

A DPR tem sede em Sorocaba (SP) e atua há 28 anos no mercado oferecendo soluções para a construção de redes de banda larga e fibra óptica. A fornecedora atende tanto grandes operadoras como provedores regionais de menor porte, com portfólio de mais de 90 patentes.

Em 2021, a empresa já havia obtido empréstimo de R$ 30 milhões do BNDES para a criação de um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) com o objetivo de aumentar o seu portfólio de produtos e gerar patentes.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile