Visa embarcará app de pagamento em celulares da Samsung; Mastercard apresenta Masterpass

O trabalho GSMA em reforçar o uso da tecnologia NFC na Mobile World Congress deste ano não está sendo por acaso. Duas das principais companhias de cartões de crédito do mundo anunciaram na feira de mobilidade espanhola nesta segunda-feira, 25, soluções utilizando a comunicação por proximidade de campo. A MasterCard lançou uma solução que leva o pagamento móvel para cartões e dispositivos com serviços de valor agregado durante transações. Já a Visa anunciou parceria com a Samsung para oferecer pagamentos com carteira virtual em aparelhos da fabricante sul-coreana com autenticação segura no hardware.

A parceria da Visa com a Samsung é global e tem como objetivo acelerar a disponibilidade dos pagamentos móveis no mundo. O projeto coloca a plataforma Visa Mobile Provisioning Service para assegurar os dados dentro dos aparelhos da fabricante, enquanto a Samsung colocará pré-carregado nos dispositivos com NFC o applet Visa payWave, que permite executar transações financeiras aproximando o celular do leitor. De acordo com a companhia sul-coreana, ela vai oferecer aos bancos do mundo todo a habilidade de carregar informações de contas de pagamento no sistema over-the-air (OTA) para um chip seguro embarcado nos aparelhos da marca.

Em contrapartida, a MasterCard investe na solução integrada MasterPass, uma evolução do PayPass Wallet Services, anunciado no início de 2012 e que estava em fase de testes. A ideia é conectar as carteiras digitais na nuvem, permitindo ao consumidor armazenar informações de maneira segura. O serviço permite utilizar inclusive cartões de crédito, débito e pré-pagos de outras bandeiras. Já o serviço de valor agregado permite que sejam exibidas informações em tempo real, como saldos e alertas de limite de crédito, além de dados sobre programas de fidelidade.

O serviço MasterPass contará ainda com suporte ao uso de NFC, códigos QR, tags eletrônicas e dispositivos móveis utilizados em pontos de venda, além de oferecer pagamento simplificado no e-commerce em um esquema semelhante ao do PayPal. A partir de março, instituições financeiras da Austrália e do Canadá contarão com o serviço, seguidas por Estados Unidos e Reino Unido. Ao longo do ano, outros países adotarão a plataforma, incluindo o Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.