25% do mundo terá serviço por satélite até 2018

Uma em cada quatro casas terá uma antena parabólica em 2018, de acordo com um novo relatório da Digital TV Research. Abrangendo 97 países, o número de domicílios com televisão por assinatura via satélite (DBS ou DTH) atingirá 251 milhões em 2018, contra 178 milhões no final de 2012 e 103 milhões no final de 2008.

Dentro dos 73 milhões de assinantes de TV por satélite adicionados entre 2012 e 2018, a Índia fornecerá 24,4 milhões, o Brasil 9,2 milhões, a Indonésia 6,8 milhões e a Rússia 5,9 milhões. No entanto, o estudo estima que o número total de assinantes de TV por satélite vai cair em 11 países entre 2012 e 2013, por conta da conversão para outras plataformas.

A Índia vai liderar o setor de TV por satélite com 61,1 milhões de assinantes em 2018, seguida dos EUA. Brasil e Rússia terão terceiro e quarto lugares, respectivamente.

Os EUA continuarão a ser líderes no mercado de DTH em receita gerada, embora a sua participação no total tenda a cair de 43,5% em 2012 para 38,7% em 2018. O Brasil é o país que trará o maior volume de novas receitas ao DTH (US$ 3,5 bilhões) entre 2012 e 2018 – quase dobrando seu tamanho no processo.

No entanto, as receitas de TV por satélite devem diminuir em 20 países entre 2012 e 2018. Muito disso é devido à maior concorrência forçando plataformas de televisão por satélite a oferecer pacotes mais baratos, o que levará a receitas médias por assinante (ARPUs) inferiores. Além disso, os pacotes de DTH de baixo custo estão fazendo um impacto significativo em vários países.

Incluindo os que recebem o sinal gratuito, cerca de 400 milhões de lares receberão diretamente os sinais de TV via antenas parabólicas em 2018, um aumento de quase 100 milhões sobre o cenário no final de 2012. A Índia será responsável por adicionar 30 milhões de lares à plataforma durante este período. Um quarto dos lares com televisão no mundo terá uma antena parabólica em 2018, contra 21% em 2012 e 14% em 2008.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.