Lucro líquido da Texas Instruments cresce 36,6% no 1º trimestre

A Texas Instruments, fabricante de chipsets para dispositivos móveis e eletroeletrônicos, encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de US$ 362 milhões, 36,6% maior que os US$ 265 milhões contabilizados no mesmo período de 2012. Já receita da companhia ficou em US$ 2,8 bilhões, o que representa queda de 9,6% ante US$ 3,1 bilhões do primeiro trimestre do ano passado.

O segmento de chip analógico obteve a maior fatia da receita no período, totalizando US$ 1,64 bilhão, porém com retração de 2% na comparação anual. A área de chip embarcado, por sua vez, teve receita de US$ 540 milhões, crescimento de 4% na mesma base de comparação. As outras receitas da empresa, provenientes de produtos DLP, produtos personalizados ASIC, calculadoras, royalties e legado de produto sem fio, somaram US$ 895 milhões, 24% a menos que nos três primeiros meses do ano passado.

"A nossa receita e lucro encerraram o trimestre na parte alta da faixa projetada", disse o presidente e CEO da Texas Instruments, Rich Templeton. Ele também anunciou aumento de 33% nos dividendos anuais da companhia, US$ 1,12 por ação, e o acréscimo de US$ 5 bilhões para recompra de ações. "Ambos os aumentos refletem nossa confiança na sustentabilidade a longo prazo dos nossos negócios de chip analógico e de chip embarcado."

A Texas também declarou o retorno de US$ 911 milhões aos acionistas por meio de dividendos e recompras de ações realizados no primeiro trimestre de 2013. "Nos últimos 12 meses, o retorno aos acionistas totalizou US$ 3 bilhões, ou 107% do fluxo de caixa livre, de acordo com nossa intenção de devolver todo o nosso fluxo de caixa livre aos acionistas, salvo o necessário para pagar dívidas", complementou Templeton.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.