Anatel reduz preço de frequência que era da Unicel para a TIM

O Conselho Diretor da Anatel reduziu nesta quinta-feira, 22, o preço cobrado à TIM pela frequência de 900 MHz em São Paulo. A licença havia sido outorgada provisoriamente à operadora, que sofre de interferências no serviço 3G causadas por telefones sem fio, na faixa de 1,9 GHz, que é a mesma da banda F, arrematada no leilão de 2007.

O preço cobrado pela frequência havia se baseado no valor cobrado na licitação; porém, hoje a agência acatou o recurso da operadora e reviu a metodologia de precificação, passando a adotar o preço público. Os conselheiros entenderam que a outorga foi dada em caráter secundário e não passou por processo licitatório.

Notícias relacionadas

A frequência de 900 MHz estava vazia após ser retomada da Unicel. No leilão de 2007, a banda F era a maior banda disponível com 15 MHz + 15 MHz, enquanto as demais tinham 10 MHz + 10 MHz. A empresa pagou R$ 225 milhões (34,13% de ágio) por ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.