Net anuncia ampliação de parceria com Embratel

A Net Serviços, em teleconferência com a imprensa para apresentar o balanço o terceiro trimestre de 2008, anunciou que está ampliando sua parceria com a Embratel com a criação do serviço Embratel PME. Trata-se da oferta de TV, banda larga e telefonia para pequenas e médias empresas. Segundo José Felix, presidente da Net, o modelo da parceria é baseado em divisão de receitas. Segundo João Elek, diretor de relacionamento com os investidores da operadora, embora o traçado da rede da Net tenha sido desenvolvido para atender áreas residenciais, muitas vezes passa por regiões comerciais. Em algumas cidades, como São Paulo, as regiões residenciais e comerciais se misturam.
Felix falou ainda sobre as perspectivas diante da crise econômica. Segundo ele, "independente da situação econômica, as pessoas continuam demandando esses serviços", referindo-se à oferta de TV, Internet e telefonia.
Confrontado com a tendência, verificada em outras crises, de os assinantes abandonarem a TV paga por a considerarem supérflua, Felix disse que o momento é diferente.

Notícias relacionadas
Para ele, boa parte da base assina ainda os serviços de banda larga e telefonia, considerados mais essenciais. Além disso, lembra Felix, a Net Serviços é uma empresas em crescimento. Em um cenário muito pessimista, diz, a operadora poderia, no máximo, diminuir o ritmo de crescimento. Felix conclui que a empresa aposta em um crescimento "bem pretensioso" para o próximo ano.
Pelo último balanço, a Net expandiu muito rapidamente no serviço de voz, conquistando 4% do mercado nacional. "Temos ainda um potencial de 96%", disse. Na verdade, a rede de voz da Net já chega a 74% de sua rede banda larga. Para expandir um serviço, seria preciso expandir o outro.

Investimentos

Por conta do bom momento, a Net deve aumentar seus investimentos. As projeções de Capex da empresa para 2008 foram ampliadas. A previsão inicial de investimentos era de R$ 700 milhões. Agora, passou a R$ 1 bilhão. Estes investimentos não dependem de como estará a situação econômica em 2009. Para o executivo, os investimentos se referem a vendas já realizadas.

Reorganização

Segundo João Elek, a Net aguarda a aprovação da Anatel para fazer uma reestruturação societária que incorporará à holding todas as operadoras. Com isso, a empresa teria acesso a créditos fiscais referentes a cerca de R$ 890 milhões de prejuízos registrados no passado por essas empresas.

Concorrência com as teles

Questionado sobre a concorrência após uma possível fusão da Telemar com a Brasil Telecom, Felix disse que não demandaria mudanças na estratégia da empresa. Pelo menos não em curto prazo. "A gente já concorre com a Telemar, a Brasil Telecom e a Telefônica", disse. O presidente da Net voltou a atacar as incumbments, afirmando que elas têm práticas monopolistas. Segundo ele, em telefonia fixa só existe concorrência nos 79 municípios onde a Net atua. "O STFC fixo local é o único setor onde há monopólio", disse, afirmando que, na TV por assinatura, a Net é líder mesmo atuando em poucas praças e concorrendo com players nacionais, como a Sky e a Telefônica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.