TIM estende acordo para gerenciamento de rede para LTE e HSPA+

A TIM Brasil estendeu contrato com a CommProve para monitoramento da rede LTE, segundo informou a fornecedora nesta quarta-feira, 15. O acordo, no valor de US$ 1,2 milhão, inclui também operação para a rede HSDPA+, que a operadora ainda não disponibilizou comercialmente. A plataforma adotada é a de gerenciamento de desempenho GSP, que captura estatísticas da rede e envia à TIM com informações agregadas com dados para otimização.

"Queremos poder oferecer a nossos consumidores um bom serviço de dados tanto em 4G quanto HSDPA+ para que eles não precisem se preocupar com camadas de tecnologia e ofertas comerciais, já que nosso serviço 4G tem o mesmo preço do 3G", afirmou o CTO da TIM Brasil, Carlo Filangieri, em comunicado à imprensa da CommProve. Ele afirma ainda que a operadora precisa controlar fortemente a performance do serviço e, por isso, contratou a fornecedora.

Na terça, a operadora (junto com a Personal da Argentina e a Núcleo do Paraguai) assinou contrato com a Siae Microelettronica para fornecimento de rádios de micro-ondas para backhaul móvel. O anúncio aconteceu no mesmo dia em que o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, afirmou em Brasília que pretende conectar estações radiobase (ERBs) com fibra para melhorar a qualidade do serviço de dados. Na ocasião, Abreu afirmou ainda que está investindo R$ 1,5 bilhão no triênio 2013-2015 somente em LTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.