Xiaomi lança sua própria versão do iPhone 6 Plus, o Mi Note

Mantendo a tradição de "inspiração" na Apple, a chinesa Xiaomi decidiu mais uma vez atacar o iPhone 6 Plus da companhia californiana com o seu próprio phablet, o Mi Note. Apresentado em uma conferência na China nesta quinta, 15, o aparelho Android possui similaridades com o dispositivo da norte-americana, mas procura dar algumas cutucadas ao melhorar especificações, como largura, peso, resolução de tela e, claro, preço.

Notícias relacionadas
Além do design limpo, o aparelho chinês conta com um acabamento diferente: não só a parte da frente, mas a traseira, que é levemente curvada, também conta com o material Gorilla Glass 3, que promete ser resistente a quedas. Há ainda um invólucro metalizado, semelhante ao que a Samsung implantou no Galaxy Note 3. O phablet mede 6,95 mm na lateral e pesa 161 g, pelo menos na versão inicial apresentada. Em comparação, o iPhone 6 Plus mede 6,22 mm e pesa 172 g.

O Mi Note tem tela Sharp NEGA LCD de 5,7 polegadas com resolução Full HD, como a do iPhone 6 Plus, e densidade de 386 ppi (pixels por polegada). A Xiaomi afirma que esse display consegue uma gama de 95% de cores NTSC, que tem melhoria no desempenho ao ar livre e melhor consumo de energia. No entanto, uma segunda versão do phablet deverá ser lançada em março com um painel Quad HD, com resolução de 2.560 x 1.440 pixels e densidade de 515 ppi.

A câmera é de 13 megapixels com abertura f/2.0, estabilização ótica de imagem e flash de cor dupla. Na apresentação, o CEO da Xiaomi, Lei Jun, comparou novamente com o aparelho da Apple e notou: a lente não fica protuberante como no iPhone, deixando o Mi Note sem "calombos". A câmera frontal tem 4 megapixels e conta com a mesma tecnologia de "pixels grandes" da HTC.

Por dentro, o processador escolhido é um quad-core Snapdragon 801 de 2,5 GHz, processador gráfico Adreno 330, memória de 3 GB, bateria de 3.000 mAh e armazenamento interno de 16 GB ou 64 GB, que saem por 2.299 iuans chineses (cerca de US$ 370) e 2.799 iuans (US$ 450) respectivamente, com opções de cores em preto ou branco. Na versão com tela Quad HD, a configuração fica anabolizada com um processador octa-core Snapdragon 810 de 2 GHz, GPU Adreno 430, RAM de 4 GB, modem compatível com LTE na Cat 9 (capaz de ate 450 Mbps) e bateria de 3.090 mAh. O preço então sobe para 3.299 iuans (US$ 530) e há mais uma cor disponível: dourado. Em comparação, a versão mais barata do iPhone 6 Plus, de 16 GB, custa US$  749 nos Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.