TV paga perde base; Claro passa a reportar acessos por fibra

Foto: Pixabay

Em fevereiro deste ano, o mercado de TV paga seguiu a tendência de perda de base e registrou uma retração de 138,2 mil clientes, fechando o mês em 14,5 milhões de usuários. A perda de base em fevereiro foi um pouco menos intensa do que em janeiro, mas ainda assim acima da média de todo o ano passado, segundo dados divulgados pela Anatel. 

Mas houve uma novidade interessante no relatório de acessos da agência: pela primeira vez o grupo Claro começou a reportar clientes atendidos pela tecnologia de fibra, e já começou com 75,5 mil clientes. A Claro, que tem 6,85 milhões de assinantes, tradicionalmente utiliza tecnologia HFC para a distribuição por redes fixas, além do satélite. Em fevereiro, a operadora registrou a maior perda de base, com 67,8 mil usuários.

A maior operadora de TV paga por redes de fibra é a Vivo, com 906 mil assinantes nessa modalidade e um total de 1,2 milhão de clientes em TV por assinatura. Em fevereiro, a retração da Vivo foi de 6,7 mil clientes. A Oi, por sua vez, tem 95,1 mil assinantes de TV paga em fibra, mas tem crescido mais no DTH. Aliás, é a única operadora de TV paga a crescer. Ao todo, em fevereiro, a Oi TV cresceu 8,8 mil assinantes e fechou o mês em 1,713 milhão de clientes. A operadora afirmou ao TELETIME que ainda está negociando a venda da unidade.

Notícias relacionadas

A Sky teve uma queda expressiva de base em fevereiro, de 65 mil clientes, e fechou o mês em 4,39 milhões de assinantes. Já as pequenas operadoras ficaram estagnadas em 320 mil acessos, com uma ligeira queda de 5 mil assinantes no mês. Dado interessante é que metade da base de assinantes das operadoras independentes (164 mil) já é por meio de distribuição via fibra óptica. Abaixo, o desempenho mês a mês do mercado de TV por assinatura em relação à perda de base.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.