Brisanet avança na receita, mas registra prejuízo no trimestre

No balanço financeiro do trimestre, a Brisanet observou um crescimento na receita e ainda um saldo positivo no caixa, com crescimento no EBITDA. Porém, a provedora regional acabou mostrando prejuízo líquido no período.

A receita líquida da companhia no terceiro trimestre foi de R$ 190 milhões, um avanço de 55,8% em comparação com igual período do ano passado. No acumulado dos nove meses, foi de R$ 524,3 milhões, um avanço de 62,6%. 

Do total, R$ 202,1 milhões foram da banda larga no trimestre, um avanço de 11,8%. O acumulado do ano foi de R$ 556,2 milhões, crescimento de 56,8%. A receita média por usuário (ARPU) da banda larga aumentou 3,1% no trimestre e ficou em R$ 89,26. 

Notícias relacionadas

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) da companhia aumentou 59% no terceiro trimestre, chegando a R$ 67,2 milhões. Em nove meses, foi de R$ 169,2 milhões, crescimento de 48%. A margem aumentou 1 ponto percentual, ficando em 35,4% no trimestre, mas recuou 3 p.p. no acumulado do ano, chegando a 32,3%. A empresa diz ser fruto de otimização de custos.

No trimestre, a companhia apresentou prejuízo de R$ 6,625 milhões, contra lucro de R$ 11,198 milhões em 2020. No acumulado do ano, entretanto, ainda apresenta lucro, com R$ 689 mil, contra R$ 9,234 milhões nos nove primeiros meses do ano passado.

No período de janeiro a setembro, a provedora regional investiu R$ 392,1 milhões, um aumento de 56,6% no comparativo com igual período de 2020. Em setembro, a Brisanet tinha um caixa líquido de R$ 181,9 milhões, contra uma dívida líquida de R$ 493 milhões ao final de 202. O saldo positivo é devido a recursos da oferta de ações (IPO) em julho

Leilão do 5G

A empresa destacou ainda ter vencido três lotes regionais – dois de 3,5 GHz e um de 2,3 GHz – no leilão do 5G. "A companhia reitera seu compromisso de promover inclusão digital em todo o Nordeste e agora também no Centro-Oeste", diz o comunicado.  Serão desembolsados R$ 168 milhões ao longo de 20 anos, além do compromisso de levar cobertura 5G a todas as cidades das duas regiões abaixo de 30 mil habitantes, com investimento entre 2023 a 2030. 

Operacional

Em setembro, a Brisanet totalizou 110 cidades atendidas, com 3,760 milhões de casas passadas (HPs), um avanço de 579 mil no comparativo anual. As residências conectadas agora totalizam 791 mil, uma adição de 54 mil nos 12 meses. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.