Parceria com TV paga pode reduzir a relevância das plataformas de smart TV

Há uma pressão das operadoras de TV por assinatura para que seus fornecedores de conteúdo não negociem com plataformas over-the-top (OTT) ou mesmo para que não levem seus conteúdos diretamente para as smart TVs em modelos por assinatura ou transacional. Com isso, disse em debate na CES nesta quinta, em Las Vegas, o advogado Jeffrey Liebenson, especializado em conteúdo digital, o que "sobra" para as plataformas de smart TV é muito pouco. Quando operadoras ou programadoras levam às smart TVs seus conteúdos exclusivamente às suas bases de assinantes, as plataformas assumem um papel de "meros autenticadores". "É isso que estas plataformas querem ser?", questiona o advogado.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.