Vivo integra movimento para não demitir funcionários durante a crise do coronavírus

A Telefônica Vivo integrou o rol de empresas signatárias do movimento "Não Demita", criado no início de abril e que já reúne mais de 2 mil companhias no País. Segundo informa a operadora nesta quinta-feira, 9, a iniciativa "sugere" que empresários não realize demissões pelo menos até o dia 31 de maio deste ano. A ideia é um compromisso de manter o quadro de funcionários para "ajudar a evitar ou minimizar os impactos econômicos e sociais provocados pela pandemia" do coronavírus. 

De acordo com a Vivo, foram adotadas recomendações do Ministério da Saúde para implantar ao máximo o trabalho remoto, algo que já era prática da operadora em determinadas condições. A tele adota o home office para todos os trabalhadores administrativos, o que, desde o dia 27 de março, foi expandido para toda a área de atendimento próprio nas cidades de Curitiba, Fortaleza, São Paulo e Maringá (PR).

Notícias relacionadas

Os funcionários da operadora que contam com o plano de saúde disponibilizado internamente também passaram a contar com o serviço Pronto Atendimento Virtual-Telemedicina, que possibilita a realização de consultas online por uma equipe médica especializada. 

Da lista de empresas idealizadoras do manifesto, a Vivo é a única empresa de telecomunicações. Entre outras companhias de tecnologia como Accenture, Microsoft, Salesforce e Stefanini. Além delas, há bancos, redes de varejo e de educação, entre outros setores.

2 COMENTÁRIOS

  1. Só resta saber até quando irão resistir se essa quarentena se transformar em sessentena, noventena centoesessentena etc….
    Quem não tinha um bom capital de giro já está quebrando na primeira fase.

  2. A Vivo vai encerrar o contrato com as empresas prestadora de Serviços Terceirizado e vai demitir pelo menos 300 colaboradores.
    Sendo assim essa campanha e mentirosa e busca somente marketing.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.