Palm revisa programa para desenvolvedores de aplicativos

A Palm anunciou nesta semana a revisão de seu programa para desenvolvedores de WebOS, seu mais novo sistema operacional, hoje presente nos modelos Palm Pre e Pixie. Na verdade, o programa nem foi lançado ainda, o que só deve acontecer no fim do ano. O que há por enquanto são apenas as suas linhas gerais. Elas haviam sido anunciadas pela Palm há poucos meses, mas diante das críticas de alguns desenvolvedores a empresa decidiu revê-las.
A principal modificação é que os desenvolvedores de WebOS que se cadastrarem no programa poderão publicar e distribuir seus aplicativos pela Internet sem passar pela revisão da Palm. A demora no processo de homologação é uma das principais reclamações dos desenvolvedores em relação às lojas de aplicativos de outros fabricantes. Apenas aqueles desenvolvedores que quiserem fazer parte do catálogo oficial da Palm terão que se sujeitar à revisão, além de pagar uma taxa de US$ 50 por aplicativo. Os desenvolvedores que criarem aplicativos open source para WebOS serão dispensados da taxa anual de US$ 99 cobrada a quem quiser fazer parte do programa. No caso de aplicativos vendidos através do catálogo oficial, os desenvolvedores ficarão com 70% da receita. Eles precisam se cadastrar no PayPal para receber o dinheiro. Do ponto de vista do usuário final, as compras podem ser feitas via cartão de crédito Visa ou Mastercard.
Na análise do site Rethink Wireless (www.rethink-wireless), as mudanças são positivas e tornam o programa da Palm aparentemente mais aberto que aquele do Android. Entretanto, o esforço da fabricante será em vão se os aparelhos com WebOS não forem um sucesso de vendas, ressalta o site.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.