Cresce consumo de SVA entre pré-pagos da Vivo

A Vivo registra atualmente cerca de 300 mil downloads de músicas completas (full tracks) por mês. Desse total, mais da metade é comprada por usuários pré-pagos, revela o diretor de produtos e serviços da operadora, Alexandre Fernandes. Segundo o executivo, o consumo de serviços de valor adicionado (SVA) entre clientes pré-pagos da vem crescendo desde que a Vivo deixou de cobrar pelo tráfego de dados na navegação pelos menus do seu portal. "O cliente pode vasculhar à vontade e ouvir previews sem pagar nada. Só paga quando faz o download", descreve.
No caso específico da venda de músicas, é preciso lembrar que o download via celular às vezes é a única opção disponível para clientes de classes sociais mais baixas, que não têm dinheiro para comprar um iPod ou para ter um PC e baixar músicas via iTunes, comenta Fernandes. A venda de celulares com MP3 player que trazem músicas embarcadas também tem contribuído para o aumento dos downloads de full tracks, revela o diretor da Vivo. Em downloads de videoclipes, cujo volume atual na Vivo é de 30 mil por mês, a participação de clientes pré-pagos também tem crescido.

10%

Notícias relacionadas

No primeiro trimestre, o segmento de SVA alcançou a participação de 10% da receita líquida total da companhia. A marca é festejada por Fernandes, já que as concorrentes estão estagnadas há alguns anos na faixa de 8%.
Os números da operadora demonstram uma tendência que possivelmente será verificada no futuro em outras operadoras, especialmente entre aquelas que pararem de cobrar pelo tráfego de dados durante a navegação em menus. Para diversas fontes do mercado, existe um grande potencial de crescimento das vendas de SVAs para clientes pré-pagos conforme o acesso a celulares multimídia se torna mais barato e o aparelho se transforma em um veículo para a inclusão digital em classes mais baixas que não têm acesso a computadores pessoais.

Tela Viva Móvel

Fernandes será palestrante na 7a. edição do Tela Viva Móvel, evento organizado pelas revistas TELETIME e TELA VIVA e dedicado ao mercado de conteúdo móvel. O executivo fará uma palestra no painel "Mobile search: qual será o modelo?", que acontecer na tarde do dia 13 de maio. O Tela Viva Móvel será realizado no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, nos dias 13 e 14 de maio. Mais informações pelo site www.telavivamovel.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.