Ericsson e IBM anunciam avanços em pesquisa com ondas milimétricas para 5G

A Ericsson e a IBM anunciaram nesta quarta-feira, 8, uma iniciativa de pesquisa em ondas milimétricas utilizadas para 5G. As empresas criaram um chip integrado operando a 28 GHz – faixa utilizada para testes de quinta geração em mercados como Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul – em um protótipo de módulo de antena de matriz de fase para futuras estações radiobase. Após mais de dois anos de colaboração, as empresas afirmam ter havido progresso nas pesquisas, incluindo testes em campo e, dessa vez, a matriz de fase de onda milimétrica. Segundo as fornecedoras, isso é importante porque, além do baixo custo e tamanho compacto, ela tem potencial para estimular novos casos de uso.

O módulo consiste em quatro circuitos monolíticos integrados e 64 antenas duplamente polarizadas que medem 2,8 x 2,8 polegadas, ou metade de um smartphone comum. A Ericsson diz que a polarização dupla nos modos de transmissão e recebimento permite que se formem dois feixes simultâneos, duplicando a quantidade de usuários atendidos. Outro avanço diz respeito ao uso dos sinais de onda milimétricas em 28 GHz com antenas pequenas e direcionáveis, oferecendo resolução de emissão de feixe inferior a 1,4 graus – ou seja, aumentando a precisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.