GVT pode usar IPTV para cumprir obrigações de carregamento de canais

Com a explosão do satélite Intelsat 27 em fevereiro, a expansão das operações de DTH da GVT ficou comprometida e o carregamento dos canais obrigatórios de acordo com a Lei do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) se tornou um problema para a operadora.

Ciente da situação, a Anatel estendeu para o fim de agosto o prazo para a adaptação, que pode ser feita com uma alternativa à transmissão por satélite: a rede de dados. "Salvo engano, eles vão fazer uma tecnologia baseada em IP para cumprir a obrigação", afirmou o conselheiro da agência Marcelo Bechara, durante painel de regulamentação do setor na ABTA 2013 nesta quarta-feira, 7. A ideia é utilizar o IPTV para carregar os canais adicionais de forma híbrida com o DTH. "Existe um compromisso", assegurou.

Bechara não deu mais detalhes de como isso seria feito, mas chegou a comparar o comportamento da GVT com o de outra operadora de DTH, a Sky, que vem brigando para ganhar tempo para o cumprimento das obrigações. "No caso da Sky, ela optou por outro caminho", lamentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.