Testes apontam bom desempenho da TV digital na faixa de VHF alto

O Ministério das Comunicações liberou os resultados dos testes realizados sobre a transmissão da TV digital na faixa do VHF alto, que hoje abriga os canais de 7 a 13 da TV analógica, mas que foi destinado aos sistemas de radiodifusão público, privado e estatal. De acordo com a portaria divulgada em abril, haverá preferência para os seguintes canais públicos: Canal do Poder Executivo, Canal de Educação, Canal de Cultura e Canal da Cidadania.

Notícias relacionadas
O relatório, assinado pelo Inmetro, aponta uma boa recepção do sinal digital na faixa do VHF alto tanto nos receptores fixos, como os televisores, quanto em aparelhos móveis, como celulares e tablets. Entre as principais conclusões está a de que a transmissão digital na faixa do VHF alto precisa de potências bem menores que as transmissões na faixa atual para cobrir a mesma área, o que representa economia de energia, transmissores mais compactos, e a possibilidade de redução de áreas de sombra.

O estudo mostrou também que, mesmo com o uso de até cinco programações no mesmo canal, a área de cobertura do sinal digital não foi alterada em relação aos canais com apenas uma programação. Já nos testes de mobilidade, em duas configurações houve bom comportamento: o One Seg e o SD, que é usado para a recepção em telas maiores. Com o Full HD a área de cobertura fica reduzida.

Os testes foram realizados entre março e maio de 2014 na cidade-satélite do Gama, no Distrito Federal, a 30 km de Brasília, e contaram com o apoio de radiodifusores, empresas de tecnologia e órgãos públicos.

Segundo o Minicom, o Sistema Brasileiro de TV Digital foi projetado para operar com o VHF alto. Desde 2009, os televisores com recepção digital no País são produzidos para sintonizar essa frequência. Assim, com a futura ocupação da faixa, os espectadores da TV digital já poderão assistir aos novos canais. O desligamento do sinal analógico no Brasil será feito de forma gradativa entre 2016 e 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.