OUTROS DESTAQUES
Pesquisa
Acessar a Internet é comum, mesmo para quem não tem computador
segunda-feira, 26 de setembro de 2011 , 15h11 | POR REDAÇÃO

Ao menos 23% dos brasileiros que não têm um computador acessam a Internet diariamente, aponta levantamento feito pelo instituto Ipsos, a pedido da Intel, fabricante de processadores. Pelo estudo é possível concluir que se conectar à rede é um hábito amplamente disseminado entre a população brasileira, ou seja, o acesso à Internet faz parte cotidiano de 99% da classe A, 97% da classe B, 96% da C e 88% da D.

De acordo com relatório divulgado pela Intel nesta segunda-feira, 26, entre os entrevistados que não possuem um ponto de acesso em casa, 76% usam LAN Houses, 33% entram na Intenet na casa de amigos e parentes e 15% usam o serviço no trabalho. Entre os internautas donos de computadores, o acesso à Internet é o principal motivo de uso do equipamento para 78% dos entrevistados, sendo que 63% deles entram na rede diariamente.

Dentre as atividades mais comuns entre aqueles que utilizam a Internet com frequência estão: acesso ao Orkut (69%); ouvir, organizar e manter uma coleção de músicas digitais (69%); editar, organizar ou manter uma coleção de fotos (47%); e pesquisar em sites de comparação de preços (41%).

Para os internautas que não são donos de terminais, mas acessam a Internet regularmente, as principais atividades são: pesquisa em sites de busca (69%); Orkut (67%); músicas digitais (47%); fotos (37%); e preparar trabalhos para escola, faculdade ou outros cursos (32%).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top