OUTROS DESTAQUES
Marketing
TIM reformula planos; "efeito clube" de usuários tende a acabar
sexta-feira, 30 de outubro de 2015 , 21h40

Esta semana o CEO mundial da TIM, Marco Patuano, já havia "anunciado"  que o futuro das operadoras móveis não seria mais centrado em planos que estimulam as chamadas para dentro da própria base, ou os chamados "clubes", que na verdade incentivavam o usuário a ter uma linha de cada operadora para poder ter o máximo benefício dos planos tarifários.  Agora chegou a hora de a operadora colocar o novo conceito na praça, indo na contramão daquilo que ela mesma trouxe ao mercado brasileiro, quando passou a estimular as chamadas dentro de sua própria rede.

A TIM anunciou nesta sexta, 30, a reformulação de todo o seu portfólio de planos, tanto pré quanto pós-pagos, que agora refletem uma nova estratégia comercial da operadora, que consiste em igualar os preços para chamadas para dentro e para fora da sua rede. Ou seja: não há mais tarifas baratas para chamadas de TIM e para TIM e nem caras para ligações para números de outras operadoras. Todas custarão a mesma coisa. Os novos pacotes incluem SMS e tráfego de dados (veja a tabela completa abaixo). No caso dos pré-pagos, há ainda outra diferença importante: os planos passam a ser apenas semanais – antes havia a opção de cobrança por dia de uso. Clientes antigos podem manter seus planos atuais ou migrar para os novos através do app Meu TIM ou de outros canais de atendimento.

Análise

A mudança estratégica da TIM se deve ao fato de a tarifa de interconexão entre as operadoras móveis estar sendo reduzida gradativamente nos últimos anos, chegando a um ponto em que não pesa mais tanto na tarifa cobrada ao consumidor. A TIM é a primeira a tomar essa iniciativa no Brasil, mantendo a sua característica de inovar em modelos comerciais, tal como fez anos atrás quando lançou a linha de planos Infinnity, com cobrança por chamada em vez de por minuto e, depois, cobrança por dia.

É claro que a chamada intrarrede continua custando menos para a TIM do que as chamadas para fora. Contudo, comercialmente, é muito mais atraente e fácil de entender para o consumidor quando o preço é o mesmo. Além disso, o mercado brasileiro é um dos mais competitivos do mundo, com quatro teles dividindo a base de usuários em proporções quase iguais. Neste cenário, acaba sendo complicado promover a construção de comunidades intrarredes porque ninguém tem amigos somente numa única operadora.

Consequências

É provável que as outras operadoras sigam o mesmo caminho. Se isso acontecer, será o fim dessa tendência comum entre pré-pagos de manter um chip de cada operadora, para surfar nas promoções on-net. Um primeiro reflexo disso será uma diminuição significativa na base de linhas móveis em serviço no Brasil. Hoje elas somam 280 milhões, segundo dados de agosto fornecidos pela Anatel. Estima-se que mais de 10% desse total sejam segundas e terceiras linhas do mesmo usuário pré-pago para aproveitar as promoções on-net. Essas linhas extras, se ficarem inativas, serão cortadas mais cedo ou mais tarde pelas operadoras, até porque não vale a pena mantê-las, já que pagam uma taxa anual (TFF-Fistel) por cada linha em serviço.

Haverá impacto na indústria de handsets.  Nos últimos anos, modelos com pelo menos duas entradas de SIMcard viraram padrão no mercado brasileiro, especialmente nas gamas baixa e média, onde se concentra a base pré-paga. Essa característica passará a ser atraente somente para pessoas que possuem duas linhas com propósitos diferentes, como uma pessoal e outra corporativa.

Também não fará mais sentido gravar na agenda o nome da operadora do amigo ao lado do seu nome para saber qual chip usar. Ao longo dos últimos anos surgiram vários apps que identificam automaticamente a operadora de cada contato: eles também perderão a razão de existir.

Plano Minutos Dados SMS Preço Obs.
TIM Pré 150* 100 150 MB ilimitado R$ 7 válido por uma semana
TIM Pré 300* 100 300 MB ilimitado R$ 10 válido por uma semana
TIM Controle 500 500 500 MB 500 R$ 35 Não desconta WhatsApp da franquia de dados
TIM Controle 1 GB 500 1 GB 500 R$ 50 Não desconta WhatsApp da franquia de dados
TIM Controle 1,5 GB 700 1,5 GB 500 R$ 70 Não desconta WhatsApp da franquia de dados
TIM Pós 2 GB 1 mil 2 GB ilimitado R$ 99 Ao fim da franquia de dados a velocidade de conexão é reduzida, não bloqueada
TIM Pós 4 GB 1 mil 4 GB ilimitado R$ 139 Ao fim da franquia de dados a velocidade de conexão é reduzida, não bloqueada
TIM Pós 6 GB 1 mil 6 GB ilimitado R$ 169 Ao fim da franquia de dados a velocidade de conexão é reduzida, não bloqueada

* Nos dois planos pré-pagos a renovação é recorrente, caso o cliente tenha créditos. Ao esgotar os minutos disponíveis no plano, o cliente tem duas opções: pagar R$ 0,25 por minuto adicional ou contratar um adicional de 50 minutos por R$ 4 (válidos por sete dias). Em relação ao consumo de dados, há bloqueio de uso da internet quando a franquia é totalmente consumida. E o cliente passa a ter a opção de pagar R$ 0,99 por dia de uso, com limite de 50 MB diários, ou contratar um pacote adicional de 150 MB por R$ 3, válido por sete dias. Fonte: TIM

COMENTÁRIOS

4 Comentários

  1. Carlos Augusto Villela disse:

    A reportagem não fala de os minutos dos planos são somente locais ou também interurbanos. Caso atenda também chamadas interurbanos se são para todas as operadoras também.

  2. Alexandre G disse:

    Essa é uma iniciativa tão óbvia que só surpreende que não tenha acontecido antes. A política das operadoras sempre foi na contramão do exemplo dado pela Internet. Facilitando as comunicações inter redes, o consumidor se sente livre para falar mais, e todos ganham. Só falta agora acabarem com as ridículas tarifas de interurbano,cujo preço não tem mais apoio nenhum em custo, hoje em dia.

  3. Wanda COUTINHO Rabello disse:

    Não gostei da mudança, me senti prejudicada.

    Se para a operadora TIM, ligação de TIM para TIM tem custo mais baixo, por que não passar esse benefício para o cliente também?

    Eu tenho o plano infinite controle, pago R$ 32,90 mensal, como ficará minha situação? Que plano seria mais interessante agora?

  4. JOAO BOSCO TELES BOTELHO disse:

    Qualquer mudança que seja, qualquer mesmo , feito pelas operadoras é sempre para prejudicar os usuários. A tim disse que revolucionaria o sistema. Se trocar meia duzia por 7 é revolução.Ficou tudo mais caro.Enquanto isto o Berzoine e Anatel batem palma….

Deixe o seu comentário!

Top