OUTROS DESTAQUES
Cable 2013
Operadoras de cabo dos EUA adotam discurso de incumbent e evitam temas polêmicos
segunda-feira, 10 de junho de 2013 , 19h31 | POR SAMUEL POSSEBON, DE WASHINGTON

Começou nesta segunda, dia 10, a Cable 2013, principal encontro de TV por assinatura do mundo, realizado este ano em Washington, EUA. As discussões que preocupam o mercado norte-americano este ano não estão essencialmente diferentes do que já dominava os debates no ano passado. A novidade é uma preocupação bem menor com a concorrência dos conteúdos over-the-top (OTT), como Netflix. Do lado dos planos e expectativas para o futuro, a ênfase da Cable 2013 parece estar na preocupação com a evolução das redes para suportar novas capacidades de banda larga, a explosão do uso dos serviços Wi-Fi, a otimização das novas plataformas de entrega de vídeo e um crescente aumento na importância de questões relativas à interface de usuário.

A mensagem de abertura de Michael Powell, presidente e CEO da NCTA, associação dos operadores de cabo que organiza o evento, foi quase um discurso de incumbent, com uma defesa enfática do esforço que os operadores de cabo têm feito para cobrir mais de 90% dos domicílios com banda larga, alcançar índice de penetração superior a 83%, realizar o atendimento indiscriminado a todos os clientes e tipos de localidades (mesmo aquelas nem tão atraentes do ponto de vista econômico) e atender à crescente ampliação da capacidade da banda larga. "O cabo é a porta para novos serviços", enfatizou Powell.

Temas que têm sido polêmicos no passado e que continuam esse ano, como a diminuição da base de assinantes das maiores operadoras de cabo por conta do fenômeno dos "cable cutters" (pessoas que optam por cortar os canais básicos e ficar apenas com a banda larga), ou a briga com programadores por conta do preço dos canais (que em alguns casos resultou em retirada de canais dos lineups) não foram, até o momento, mencionados de forma relevante nas discussões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top