OUTROS DESTAQUES
Venda da Embratel
Minicom vai levar adiante proposta de participação na Star One
quinta-feira, 18 de Março de 2004 , 18h23 | POR REDAÇÃO

O ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, afirmou que as duas empresas que fizeram proposta pelo controle da Embratel (Telmex e consórcio entre teles locais e Geodex) confirmaram a disposição em negociar questões de satélite com o governo brasileiro. Eunício disse que, diante disso, vai aprofundar as discussões com o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, o ministro da Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão Estratégica, Luiz Gushiken, o ministro da Defesa, José Viegas, e o presidente do BNDES, Carlos Lessa. Como não há interesse do governo em reestatizar as empresas de telecomunicações, a participação na Star One deve ser feita via BNDES.
Eunício Oliveira disse também que as concessionárias locais vieram apresentar a estrutura da Calais e enfatizar que a sua participação seria via ações sem direito a voto. Eles disseram ainda que havia um compromisso de que a Geodex assumiria o negócio sozinha caso houvesse objeção à participação das teles por parte das autoridades brasileiras.
O diretor geral da Telmex, Jaime Chico Pardo, informou ao ministro que eles devem enviar à Anatel até o final da próxima semana a cópia da proposta apresentada à MCI. Eles manifestaram ao ministro a esperança de que a Corte de Falências americana se manifeste em 20 ou 30 dias.
O ministro fez questão de enfatizar que não emitirá nenhum juízo de valor sobre as propostas apresentadas para a compra da Embratel porque esta é uma competência da Anatel, do Cade e da CVM.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top