Eficiência energética, conteúdo, 5G: confira as apostas entre ISPs

As apostas e lançamentos de fornecedores durante o Encontro Nacional Abrint de 2022, que reúne provedores regionais de telecom em São Paulo a partir desta quinta-feira, 26, revelaram um pouco da estratégia e da preocupação atuais dos ISPs brasileiros – com destaque para temas como eficiência energética, conteúdo, locação de equipamentos, gestão e 5G.

Energia

Soluções para gestão do consumo de energia foram uma das tônicas do encontro de provedores regionais, impulsionadas por empresas como a gigante Huawei, que colocou o portfólio de "digital energy" e cloud como temas prioritários na feira. Em paralelo, a chinesa e sua distribuidora master (a Agora) também passaram a contar com a OIW como nova responsável pela estrutura comercial e coordenação da rede de revendas para ISPs.

Notícias relacionadas

O tema eficiência energética também foi pautado pela L8 Group, que apresentou usinas solares da L8 Energy voltadas para geração própria entre provedores regionais. A energia solar também fez parte dos portfólios da WDC Networks e da Dicomp, enquanto soluções de armazenamento de energia baseadas em baterias de lítio foram trazidas por ZTT Cable e Multilaser (neste caso, distribuindo produtos da ZTE).

5G

Com provedores regionais entrantes no mercado 5G, produtos voltados para a quinta geração de redes também foram destaque. Entre eles, a CPE 5G desenvolvida pela Intelbras em colaboração com a Qualcomm para a oferta de banda larga fixa sem fio (FWA) 5G. O produto foi oficialmente anunciado e chega ao mercado no segundo semestre.

Já a Padtec destacou sua solução all-in-one para redes 5G, com instalação simplificada e desenvolvida em parceria com as empresas Trópico e Airspan Networks. Além de atender demandas de construção e expansão das novas redes, o recurso também permite a interação com elementos de rede de diferentes fabricantes.

A operadora de infraestrutura American Tower também trouxe novidades para provedores regionais: nos 23 mil sites da empresa será possível instalar gabinetes de equipamentos pelos provedores regionais que estão expandindo redes de fibra óptica, evitando assim a locação de novos terrenos. O produto também terá possibilidade de integrar, futuramente, soluções para conexão 5G.

Infraestrutura

Agilidade na construção e expansão de redes ópticas também faz parte da proposta da Furukawa, que trouxe soluções pré-conectorizadas e plug and play. Já a DPR Telecomunicações lançou novas caixas de terminação óptica e aplicativo desenvolvido em parceria com a Facens para oferecer aos provedores uma ferramenta de capacitação técnica para suas equipes.

O modelo de locação de infraestrutura para provedores também teve novidades. Além da solução built-to-suit (BTS) da WDC Networks, a Celeti também apostou na modalidade, inclusive ofertando crédito de até R$ 1 milhão para provedores, dividido em 24 mensalidades. Novos produtos dos parceiros Huawei, Hillstone e Venko e da marca própria da Celeti (a Unee) também foram lançadas.

Pelo lado da Connectoway, a novidade foram dois novos parceiros – a Check Point e a Hikvision, ampliando o portfólio de serviços corporativos. Cibersegurança, software, hardware e aplicativos e produtos e serviços de videomonitoramento passam a fazer parte da oferta.

A A10 Networks, por sua vez, demonstrou solução carrier-grade (CGNAT) para aliviar o impacto do esgotamento do protocolo IPv4, facilitando a migração de provedores regionais para o IPv6. Já a Eletronet lançou um novo modelo de negócio para tráfego de dados dinâmico na Abrint, além de anunciar novo ponto de troca tráfego (PTT, ou PIX) em Aracaju.

Conteúdo

Parte da estratégia de diferenciação e agregação de valor nos pacotes de telecom das provedoras regionais, a oferta de conteúdo também teve espaço. Empresas como a DirecTV GO e a FS participaram da feira da Abrint pela primeira vez.

A DirecTV GO levou seu catálogo de filmes, séries e conteúdos exclusivos, além de mais de 70 canais ao vivo e plataforma online com conteúdos extras de alto valor de parceiros. Já a FS contou com portfólio de serviços adicionados de conteúdo, banca digital, biblioteca digital, segurança, cloud e otimização.

Outra que buscou parcerias com ISPs foi a Roku, que oferece no Brasil o Roku Express, (dispositivo que transforma uma TV antiga numa smart TV) e acesso a mais de cinco mil canais e 100 mil filmes e séries, gratuitos e pagos. Já a Watch Brasil destacou seu hub de conteúdo que reúne filmes, séries, canais lineares, música e transmissões esportivas com mais de 8,5 mil horas de conteúdo de Paramount +, MTV, Comedy Central, Nickelodeon, Universal e Warner, entre outros.

Gestão

Por sua vez, recursos para a profissionalização na gestão dos negócios dos ISPs também compareceram. Um exemplo foi a MK Solutions, que fornece software de gestão e soluções digitais (como BI, CRM) para um universo de operadoras clientes que somam 15 milhões de acessos. Novidades no ecossistema da empresa foram prometidas, além de integrações com parcerias de conteúdo e tecnologia.

Já a Fortics apresentou novas soluções para facilitar o atendimento ao cliente de provedores regionais, inclusive com possibilidade de integração com o Reclame Aqui e com a oferta de assinatura digital para facilitar na assinatura de contratos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.