Alta velocidade é estratégia da operadora de cabo Virgin Media na briga com a BT

O Reino Unido talvez seja o mercado em que a competição entre redes de cabo e uma antiga incumbent de telecomunicações seja mais aguerrida. A Virgin Media (controlada pela Liberty Global) é uma operadora de cabo com cerca de 5,5 milhões de clientes, dos quais 4,9 milhões de usuários de banda larga, 4,1 milhões de assinantes de vídeo e 3 milhões de clientes móveis. Segundo o CEO da operadora, Tom Mockridge, uma das estratégias para conquistar o mercado da BT (British Telecom) tem sido na oferta de ultra-banda larga, com velocidades de 200 Mbps, enquanto as redes da BT estão limitadas a 80 Mbps. "Vivemos em um mercado em que a BT ainda tem, na prática, o monopólio de acesso aos dutos de muitos condomínios e casas, então a forma de enfrentar essa restrição é com um serviço melhor. É o que faz com que os usuários exijam o acesso à nossa rede", diz Mockridge. "Fazemos uma intensa campanha de esclarecimento a cada vez que encontramos um condomínio em que a nossa rede não pode entrar, incentivando que os moradores façam petições aos administradores", disse ele. Outra estratégia da Virgin é uma oferta agressiva voltada ao mercado de pequenas e médias empresas, com velocidades de 300 Mbps de banda larga. "Somos o melhor exemplo de que a verdadeira competição se dá com redes competitivas, e não com a abertura das redes", disse ele, se referindo ao Open Reach, que é a obrigação imposta à incumbent BT pelo regulador Ofcom de abrir as suas redes de banda larga a competidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.