Mercado mundial foi abastecido com 4,6 milhões de wearable devices em 2014

Há muita promessa, mas o mercado de dispositivos vestíveis (wearable devices) ainda está engatinhando. Segundo dados da empresa de pesquisas Canalys divulgados nesta quarta-feira, 11, o mercado mundial foi abastecido com 4,6 milhões de relógios e pulseiras inteligentes em 2014. Desses, 720 mil utilizavam o sistema operacional do Google específico para esses aparelhos, o Android Wear.

O wearable que mais foi demandado foi o relógio Pebble, que abasteceu o mercado com 1 milhão de unidades no ano passado. Além das recentes atualizações, que deixaram o relógio com mais recursos, a redução de preço para US$ 100 e a utilização da rede de lojas de eletrônicos BestBuy como canal de distribuição explicam a popularidade do dispositivo.

Entre os aparelhos com Android Wear, a Canalys afirma que o mais popular foi o relógio Moto 360, apesar de não ter aberto tal número. A marca líder foi a Samsung, embora seus seis relógios e pulseiras inteligentes tenham enfrentado "dificuldades para atrair desenvolvedores enquanto (a empresa) foca no Tizen".

Com uma estratégia diferente, a chinesa Xiaomi enviou ao mercado mais de 1 milhão de sua Mi Band, uma pulseira com recursos mais básicos que a companhia afirma ter vendido 103 mil unidades somente no primeiro dia de lançamento. Em relação ao mercado total dessas "basic bands", a Fitbit foi a líder em 2014, segundo a pesquisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.